Sábado, 28 Mai 2022

Semana deve ser de mais calor na região

Semana deve ser de mais calor na região

Dias quentes, predomínio do sol e baixa umidade do ar. A previsão do tempo para as cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) aponta temperatur
Dias quentes, predomínio do sol e baixa umidade do ar. A previsão do tempo para as cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) aponta temperaturas elevadas durante toda a semana. Os termômetros devem variar entre 20 graus de mínima e 34 de máxima, com sensações térmicas ainda maiores. Os dados são do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Segundo o meteorologista da Somar Meteorologia, Fábio Luengo, as frentes frias não estão chegando até o Sudeste. "As correntes de ar frio não vêm até São Paulo. Elas vão para o Sul e avançam para os oceanos. Por isso, os dias estão mais quentes. Os poucos ventos também aumentam a sensação de calor", explica.

Ainda de acordo com o meteorologista, na semana do Natal, o calor deve diminuir. Nos dias 25 e 26, a previsão é de 27 graus de máxima. A partir do dia 27 até dia 31, a previsão é de que uma frente fria avance e as temperaturas marquem entre 22 e 25 graus.

Segundo a explicação do especialista, o calor e a baixa umidade geram chuvas isoladas e passageiras. Mas as chuvas não evoluem para um temporal. "Isso quer dizer que pode chover em um bairro e não chover em outro ponto da cidade", comenta.

Por conta da baixa umidade do ar, o especialista recomenda a ingestão de muitos líquidos, pouca exposição ao sol e o uso de protetor solar. "É importante que as pessoas se hidratem bebendo bastante água, suco natural, água de coco. Também evitem o sol das 10h às 16h e se protejam com chapéus e protetor solar", sugere.

RECORDE
Campinas registrou o dia mais quente do ano no último sábado, quando a temperatura chegou a 35,5 graus centígrados. Tal fato não acontecia desde dezembro de 2012. As informações são do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp, e foram divulgadas ontem.

Conforme a pesquisadora do Cepagri, Ana Ávila, desde a última quarta-feira a onda de calor na cidade tem feito com que as temperaturas fiquem 5 graus acima da média.

Ainda segundo a pesquisadora, a alta temperatura é reflexo do sistema de bloqueio atmosférico, que começou em dezembro. "Quando isso acontece, as frentes frias não conseguem passar. Elas ficam lá no Sul do país e não conseguem chegar até aqui", explica.

Não há previsão de queda significativa nas temperaturas até a sexta-feira, informou o Cepagri.

O início do Verão é na sexta-feira. A estação mais quente ainda não começou, mas as cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) já registram temperaturas elevadas.

Hoje, a previsão para Americana e Santa Bárbara d'Oeste é de que os termômetros registrem máxima de 34 graus e a mínima de 23. Para Hortolândia e Sumaré, as máximas previstas são de 33 graus e mínima de 21. Nova Odessa deve atingir 33 graus de máxima e 22 de mínima. Já Paulínia deve chegar a 31 de máxima e 21 de mínima.

Para esta semana, de acordo com o Cepagri, há predomínio de sol com aumento de nuvens e pancadas localizadas de chuvas à tarde. Não há expectativas de chuvas generalizadas ou chegada de frentes frias até sexta.

 
 
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 28 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/