Domingo, 23 Janeiro 2022

Sumaré dá apoio aos desabrigados

Sumaré dá apoio aos desabrigados

Considerado elevado e atípico, o volume de chuva entre a noite de sexta e a madrugada de ontem em Sumaré atingiu 130mm e causou o transbordamento do R
Considerado elevado e atípico, o volume de chuva entre a noite de sexta e a madrugada de ontem em Sumaré atingiu 130mm e causou o transbordamento do Ribeirão Quilombo em vários pontos da cidade, afetando famílias de áreas de ocupação e bairros próximos ao rio e alguns córregos.

Até o meio da tarde de ontem, pelo menos 21 famílias estavam abrigadas na Escola Municipal Antonio Palioto, na região central, onde recebem atendimento social, como alimentação, doação de roupas, consulta médica e as crianças também contam com uma equipe do Centro da Criança, realizando atividades de recreação.

Desde a noite de sexta, equipes municipais já prestaram atendimentos nos bairros Chácaras Três Pontes, Jardim Primavera, São Domingos, Basilicata, Parque Jatobá, Davina, Jardim do Trevo, Manchester, Vila Diva, Jardim Calegari, Jardim Denadai, Parque Bandeirantes e Jardim Dulce.

O prefeito Luiz Dalben (PPS) acompanhou o trabalho das equipes municipais às famílias atingidas, visitou o centro onde estão os desabrigados, ajudando a coordenar os trabalhos e participando das doações.

De acordo com a Administração Municipal, durante todo o ano a prefeitura atua na manutenção do sistema de drenagem do município, com limpeza e desentupimento de bueiros, por exemplo. "Adotamos todas as medidas necessárias e permitidas por lei para evitar alagamentos. A cheia do Ribeirão Quilombo, no entanto, trata-se de fenômeno natural e também deve-se ao grande volume de chuva registrado nas cidades a montante do rio, como Hortolândia e Campinas", divulgou a prefeitura.

[caption id="attachment_11155" align="alignnone" width="300"] Ruas ficaram debaixo d'água em Sumaré com o transbordamento do Ribeirão Quilombo. Foto: Denny Césare | Código 19.


A previsão é de que continue chovendo neste fim de semana. Em casos de urgência, os moradores podem acionar a Defesa Civil pelo 199, Corpo de Bombeiros pelo 193, Samu pelo 192 e a Guarda Municipal pelo 3873-2656.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 23 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/