Domingo, 26 Junho 2022

Câmara convoca diretor da BRK para explicar má qualidade da água em Sumaré

SumaréConvocação

Câmara convoca diretor da BRK para explicar má qualidade da água em Sumaré

Pesquisa divulgada recentemente apontou presença de inseticida e substâncias cancerígenas e mutagênicas na água que chega às torneiras dos sumareenses  

O requerimento de convocação foi aprovado por unanimidade entre os vereadores em sessão realizada nesta terça-feira (29) (Foto: Câmara de Sumaré/ Divulgação)

O diretor responsável pela BRK Ambiental em Sumaré foi convocado pela Câmara Municipal a prestar esclarecimentos sobre a má qualidade da água que chega às torneiras dos consumidores na cidade.

O requerimento de convocação foi aprovado por unanimidade entre os vereadores em sessão realizada nesta terça-feira (29). O representante da BRK ficará obrigado a comparecer ao plenário da Câmara na sessão do próximo dia 5 de abril, a partir das 15h.

Elaborado pelo presidente da Câmara, vereador Willian Souza (PT), e assinado pelos demais vereadores, o requerimento 41/2022 cita um estudo divulgado recentemente que aponta presença de substâncias cancerígenas na água em Sumaré.

Conforme divulgado pela ONG Repórter Brasil, com dados do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua) de 2018 a 2020, foram encontradas duas substâncias com maiores riscos de gerar doenças crônicas: os agrotóxicos DDT + DDD + DDE e a substância orgânica benzopireno, sendo que o inseticida DDT é classificado como provavelmente cancerígeno pela OMS e tem seu uso proibido no Brasil. O DDE e o DDD são produtos derivados da degradação desse inseticida.

Já o benzopireno, além de cancerígeno, é classificado como mutagênico (podendo causar dano ao DNA) pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos. Essa substância pode ser encontrada na fumaça de cigarro e na combustão de veículos automotores e da madeira.

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/