Domingo, 25 Julho 2021

Sumaré vive maior estiagem desde 2013

SumaréEstiagem

Sumaré vive maior estiagem desde 2013

Segundo BRK, volume de chuva nos 5 meses do ano é 32% menor que 2020 e o pior de toda a série histórica
 

Desde o início do ano, Sumaré tem o registro de 428 milímetros de chuva. Esse volume é 32% inferior ao registrado no ano passado (Foto: Divulgação)

O mês de maio terminou novamente com chuvas abaixo da média em Sumaré. Segundo divulgou nesta sexta-feira (4) a BRK Ambiental, concessionária dos serviços de água e esgoto da cidade, dados da rede pluviométrica do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), responsável por medir o volume de chuvas em todo o estado de São Paulo, e de equipamentos instalados pela empresa em suas captações, apontam que choveu 21 milímetros na cidade no último mês, um volume 58% inferior ao esperado para o maio, que era de um acumulado de 50 milímetros.

Desde o início do ano, Sumaré tem o registro de 428 milímetros de chuva. Esse volume é 32% inferior ao registrado no ano passado, quando os cinco primeiros meses do ano acumularam 626 milímetros. O acumulado deste ano é também o mais baixo volume de chuvas registrado na cidade em toda a série histórica, iniciada em 2013, de acordo com a BRK.

O acumulado dos cinco primeiros meses do ano chega a ser inferior ao de 2014, ano da pior crise hídrica vivenciada pela região Sudeste.

Naquele ano, o volume acumulado de janeiro a maio foi de 513 milímetros de chuva, segundo dados da BRK.

"Com a redução das chuvas, os níveis dos nossos mananciais estão abaixo do esperado para esse período do ano. E, embora o abastecimento ainda ocorra regulamente, o município, assim como toda a região, se encontra em estado de alerta", explica Rafaella Lange, gerente de operações da BRK Ambiental em Sumaré.

ECONOMIA JÁ

Diante do cenário, a BRK Ambiental informa ter adotado um "plano de contingência". "As ações vão desde a substituição de redes e combate a vazamentos até investimentos em adoção de novos processos para a garantia da qualidade da água", informa a empresa, em nota.

A concessionária também iniciou a campanha "Jogando junto pela água" para incentivar a população a fazer o consumo consciente.

A ação - lançada nas redes sociais e que será expandida para mídias locais e distribuição de folhetos, além do apoio dos leituristas da concessionária - reforça a importância da mobilização dos moradores, mostrando que pequenas ações individuais podem trazer resultados coletivos.

"A proposta é que cada um reflita sobre o seu consumo e pratique o uso consciente para evitar uma condição mais restritiva em relação ao recurso na cidade. Neste momento, estamos convocados - concessionária e população - para um grande time que vai jogar pelo bem-estar de todos na estiagem deste ano", explica a gerente. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 26 Julho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/