Quarta, 08 Dezembro 2021

Alimentação consciente

Clube Gourmetalimentação

Alimentação consciente

Um estudo da Embrapa aponta que, diariamente, cada família brasileira joga fora 353 gramas de alimentos, isto é, quase 130 quilos de comida deixam de ser consumidos e vão parar no lixo 

Charuto de carne moída (Foto: Divulgação)

Reciclar ou reaproveitar os alimentos nunca foi tão importante, sobretudo na atual era pandêmica, onde milhões de pessoas sofrem com a fome no Brasil e no mundo. E mudar nossos hábitos dentro de casa, em família, pode dar início a um processo abrangente mais do que necessário.

Um estudo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), de 2018, aponta que, diariamente, cada família brasileira joga fora 353 gramas de alimentos, isto é, quase 130 quilos de comida deixam de ser consumidos e vão parar no lixo, anualmente.

Para a coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade de Americana (FAM), Glenys Mabel Caballero Córdoba, doutora em Ciência da Nutrição pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e responsável pelos atendimentos nutricionais à comunidade da cidade pela FAM, é importante pensar numa produção de refeições mais sustentável em todos os domicílios e empresas no Brasil.

"Isso implica em repensar as práticas culinárias e propor preparações para aproveitar integralmente os alimentos, evitando assim o desperdício", destaca a coordenadora.

O chef Roberto Escudeiro, formado em Gastronomia e também docente do Senac Campinas, concorda com Glenys.

"O desperdício transcende nossas ações dentro de casa, assim como as praticadas no trabalho e outras. Ajudar a minimizar esses dados alarmantes requer uma conscientização coletiva de pessoas e empresas, para uma sociedade mais compromissada com a produção e o consumo sustentável dos alimentos".

Segundo o estudo da Embrapa, arroz e feijão estão entre os alimentos mais desperdiçados, o que, na visão da docente da FAM, poderia ser evitado dentro de casa. "Ambos podem ser reaproveitados, juntos ou separadamente, no preparo de sopas, bolinhos e, adicionados de vegetais, melhoram a oferta de nutrientes", indica Glenys Córdoba.

E ainda há itens descartados que podem ser aproveitados, segundo o chef Roberto Escudeiro. "Podemos ter o aproveitamento integral de talos, cascas, ossos e outros, para preparar caldos, tortas, bolos e muitas outras preparações saborosas", explica.
A regra é usar a criatividade e contar com a internet, mas sempre com o cuidado de buscar informação em sites confiáveis, segundo os especialistas.

"Os sites de algumas universidades já realizam esse tipo de orientação e oferecem oficinas de culinária virtual para a comunidade, principalmente durante a pandemia", ressalta a coordenadora do curso de Nutrição da FAM.

Dica
A banana pode ser totalmente aproveitada e foi citada tanto pela docente da FAM como pelo chef Escudeiro. "Com as cascas pode ser feito um refogado salgado, temperado com tomate, cebola e alho. Ainda pode ser consumida na forma de doce, sorvete e outras", informa Glenys Córdoba.

"Com a polpa, ainda podemos preparar vitaminas e tortas. Já a casca nós podemos utilizar no preparo de bolos e pães", orienta Roberto Escudeiro.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 09 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/