Quarta, 27 Outubro 2021

Novos hábitos

Novos hábitos

Uma tendência cada vez maior de buscar alimentos que ajudem preservar a saúde

(Foto: Divulgação)
Existe uma tendência cada vez maior, nas últimas décadas, de pessoas que procuram profissionais especializados para mudar a alimentação e diminuir (ou excluir) da dieta produtos industrializados e ultraprocessados, em busca de preservar a saúde.

Segundo a nutricionista e mestre em ciências da saúde Isabela Bernasconi, que atua no Hospital PUC-Campinas, o motivo dessa busca tem profunda relação com a informação.

"As pessoas estão vivendo um momento de acesso a muitas informações. As redes sociais, hoje, são fontes de notícias, de conhecimento, sejam verdadeiros ou fakes, e com acesso fácil e rápido, as pessoas vão percebendo a necessidade de mudança, buscando uma alimentação natural, mais saudável, menos mecânica. Há um consequente ganho da saúde, considerando que tais mudanças ajudam a prevenir e, muitas vezes, a tratar doenças", esclarece.

E a escolha por uma alimentação saudável é necessária, nos dias atuais, segundo a especialista, pois os alimentos ultraprocessados, por exemplo, chegaram ao mercado para facilitar o dia a dia das pessoas, como forma de adiantar ou abreviar o tempo de preparo das refeições, mas, na verdade, causam muitos danos à saúde.

Por isso, sucos prontos (de caixinha), bolachas recheadas, alimentos enlatados, refrigerantes, embutidos (como nuggets, salsichas e frios), temperos prontos, mistura para bolos e macarrão instantâneo devem ser dispensados da dieta diária, como explica a nutricionista.

"Possuem baixo custo e fácil acesso, mas são responsáveis por consequências graves à saúde, se consumidos com frequência: aumento de peso e surgimento de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares. São ricos em sódio, gorduras saturadas, açúcar e ingredientes que nem reconhecemos como alimento, como os aditivos químicos, que aumentam o prazo de validade e melhoram o aspecto da comida".

E não é preciso radicalizar e retirar os industrializados da dieta, como o pão integral comprado no mercado, na avaliação de Isabela Bernasconi. "Escolher alimentos naturais nas refeições principais, como carnes, legumes, verduras e frutas e complementar com alimento industrializado proporciona uma dieta equilibrada e completa. Preparar o próprio molho para o macarrão, por exemplo, com tomate e manjericão, fazer o tempero dos alimentos com ingredientes naturais, como alho e ervas, fazer suco com frutas da época, são opções bastante viáveis", indica a nutricionista.

E, para os que não possuem habilidade na cozinha, também vale comprar comidas naturais, preparadas artesanalmente. A orientação de profissionais especializados também é válida, ressalta Isabela Bernasconi.
"Ajuda as pessoas entenderem que o tempo gasto no preparo de uma refeição saudável compensará no presente e no futuro".
 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 27 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/