Quarta, 17 Agosto 2022

Brucelose Canina – Zoonose

Blog do Tic TacZOONOSE

Brucelose Canina – Zoonose

Se eles falassem, pediriam para ir ao Médico Veterinário – Parte I 

(Foto: Divulgação)

A partir desta edição, nossa coluna Tic Tac apresenta, em três capítulos consecutivos, a oportunidade para os tutores conhecerem mais sobre algumas doenças que os cães, se pudessem, pediriam para ir ao Médico Veterinário. Nesta primeira parte vamos conhecer mais sobre a brucelose canina.

Zoonose é toda doença que pode ser transmitida tanto para cães quanto para humanos. Por isso, inúmeras enfermidades exigem tratamento profundo antes de o tutor voltar a ter contato com seu pet. Dentre esses problemas de saúde está a brucelose canina, que afeta a região genital dos cães e é causada por uma bactéria chamada brucella.

Além de contaminar cachorros, essa doença pode ainda desestabilizar o organismo de cabras, ovelhas, bois, porcos e até camelos. Só que cada uma das bactérias que chegam a esses animais são diferentes.

No caso dos cães, é importante saber que a brucelose canina contamina machos e fêmeas. Pode causar inclusive infertilidade e deve ser tratada com cuidado.

A brucelose canina é uma doença bacteriana infectocontagiosa causada pela Brucella canis. É um cocobacilo pequeno, gram negativo, aeróbico que infecta cães e canídeos silvestres.

Os sinais clínicos mais evidentes no macho são epididimite e prostatite. Em função da dor causada pela epididimite, os animais lambem com frequência o escroto, desenvolvendo uma dermatite escrotal, que pode vir a ser contaminada por Staphylococcus aureus. A orquite não é frequente na infecção por B.

Após o tratamento, fêmeas infectadas recuperam-se em alguns casos, porém machos raramente ou nunca se recuperam. A terapia combinada com tetraciclinas e aminoglicosídeos tem sido relatada, como a melhor para eliminação da infecção.

Sintomas de brucelose
Nas fêmeas, a brucelose canina pode provocar o abortamento, sendo um dos sinais da doença no animal. Pode provocar também sintomas como falha nos pelos, anemia, apatia, dores nas articulações e letargia, condição em que o cão mesmo despertado aparenta estar inconsciente.

Como é transmitida a brucelose para o ser humano? Além da transmissão pela via alimentar, a brucelose pode ser transmitida pelo contato direto ou indireto com animais infectados. Outra forma de transmissão é por via respiratória, com a inalação de bactérias em ambientes contaminados.







Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/