Quarta, 17 Agosto 2022

Ética relacionada ao mundo animal: quais são os desafios?

Blog do Tic TacÉtica animal

Ética relacionada ao mundo animal: quais são os desafios?

Como são definidos os conceitos de ética que permeiam tudo o que engloba além dos seres humanos

(Foto: Divulgação)

Atualmente, muito se tem debatido sobre o que envolve a ética no mundo animal, com assuntos como humanização dos pets, vegetarianismo, guarda responsável, proteção e saúde pública ganhando cada vez mais espaço em mídias, espaços e entre as pessoas.

Tudo isso envolve os novos desafios encontrados por médicos veterinários e zootecnistas, que precisam repensar seus métodos de trabalho em equilíbrio com suas relações com a sociedade, que muitas vezes julgam o tratamento com os animais de forma equivocada. 

Um claro exemplo disso são os zoológicos brasileiros, que muitas vezes são tidos como espaços de tortura animal, quando na verdade, são de extrema importância quando o assunto é sanidade animal, pesquisa e conservação de espécies de animais silvestres e exóticos. Ainda existe um outro contraponto quando falamos nesses animais: a retirada ilegal da natureza para o comércio, muitas vezes estimulado por interesses econômicos e gerando inúmeros problemas para o meio ambiente, saúde e fauna.

No zoológico, os animais resgatados recebem o tratamento necessário, feito por médicos veterinários, e podem retornar para a natureza ou então permanecem no local, onde as chances de sobrevivência aumentam. Neste contexto, o profissional deve agir com ética, zelando pelo bem estar animal a fim de desestimular a manutenção de animais silvestres como pets.

Outro ponto que permeia a ética dos animais envolve o consumo de carne e derivados, que hoje é combatido por muitos grupos que acreditam em maus tratos dos animais em confinamento. Por isso, foram desenvolvidos estudos para inovar e alterar as criações, com conceitos que ganham cada vez mais espaço no mundo como o "cage free", tornando a alimentação humana vinda de proteína animal mais aceitável.

E como isso envolve o meio acadêmico?
Como já dito, hoje há uma grande mobilização referente aos cuidados com os animais, que se estendem desde o consumo até pets e os destinados para fins acadêmicos.

A utilização de animais em ensino e pesquisa entrou em debate, levando as instituições de ensino a repensarem antigos hábitos e encontrar novas formas de seguir com a metodologia de ensino prática ao mesmo tempo que aprimoram positivamente o trato aos animais. É sempre importante ter em mente que, ao falar de ética, outros assuntos caminham juntos, como tolerância, consenso, diálogo e raciocínio.

Em relação ao exercício da Medicina Veterinária, princípios como sabedoria e moral fazem toda a diferença no dia a dia dos profissionais, estando presentes na prática das atividades, do estudo até a profissão. A ética que envolve os trabalhadores do campo da saúde animal destaca a aplicação correta de tratamentos e procedimentos, não permitindo a liberdade de diagnosticar sem o embasamento teórico e prático necessário.

Sempre buscar conhecimento para se atualizar de métodos e técnicas e prezar pela saúde e o bem estar animal fazem parte da ética da medicina veterinária, profissão nobre que cuida de animais de pequeno, médio e grande porte, que mesmo sem a comunicação clara e direta, merecem respeito assim como qualquer ser que habita este mundo.

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/