Sexta, 27 Mai 2022

Carnaval de SP vai ter sistema de reconhecimento facial

Carnaval de SP vai ter sistema de reconhecimento facial

No Carnaval de 2020 em São Paulo a polícia vai ter pela primeira vez a ajuda de um computador de reconhecimento facial para tentar identificar rostos

No Carnaval de 2020 em São Paulo a polícia vai ter pela primeira vez a ajuda de um computador de reconhecimento facial para tentar identificar rostos de criminosos, suspeitos de crimes e até pessoas desaparecidas. A nova tecnologia está no Laboratório de Identificação Biométrica, da Polícia Civil, no centro da capital paulista, inaugurado nesta terça-feira (28) pelo governador João Doria (PSDB). 

Segundo o governo paulista, o sistema é seguro e será acessado somente pela polícia. Alguns pesquisadores da área, no entanto, fazem duras críticas ao uso do reconhecimento facial no Brasil, dizendo que os projetos implementados têm sido pouco eficazes e transparentes. 

A ferramenta paulistana é capaz de reconhecer rostos a partir de frames de vídeo ou fotos. Para isso, um software compara as imagens com um banco de dados com mais de 30 milhões de registros - fotografias digitalizadas de carteiras de identidade, imagens captadas em locais de crime e fragmentos de impressões digitais. 

Em seguida, o aparelho oferece um ranking de 20 pessoas com características similares ao rosto do criminoso analisado. Caberá à investigação policial determinar qual deles é o que mais se assemelha ao suspeito. 

No entanto, a tecnologia ainda não possibilita realizar a análise de rostos em movimento. A fabricante informou que estuda a implantação de um outro sistema que consegue analisar imagens em tempo real ou gravações em movimento para informar a possível identidade da pessoa. 

Por enquanto, ainda é necessário congelar a imagem da pessoa, mesmo em um vídeo, para depois compará-la com a base de dados do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), onde ficará o novo laboratório. 

O computador responsável pelo reconhecimento já está funcionando desde 20 de janeiro deste ano. E, de acordo com Doria, a novidade será um grande aliado das forças de segurança no combate ao crime. 

"O serviço estará disponível e operante para a Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Científica, mais a Guarda Civil Metropolitana, sem contar as outras cidades metropolitanas e as outras cidades do interior que terão Carnaval", disse o governador. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 27 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/