Domingo, 25 Julho 2021

Morte rondou Amy anos antes

CulturaDocumentário

Morte rondou Amy anos antes

Um novo documentário será lançado em julho, marcando os 10 anos da morte da cantora

Uma longa batalha | Show da cantora inglesa Amy Winehouse na Arena Anhembi, em Sao Paulo, em 2011 (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Não fosse a intervenção rápida da atriz e apresentadora de TV inglesa Sheridan Smith, 39, talvez a cantora Amy Winehouse (1983-2011) tivesse morrido dois anos antes da real morte. A revelação foi feita pelo cantor e ator Tyler James, 28, ao jornal britânico The Sun.

Segundo ele, que era um dos melhores amigos da cantora e compositora britânica, certa vez Amy foi flagrada com os olhos fechados e um pano de prato nas mãos limpando freneticamente algumas louças na cozinha.
O flagra foi feito por Sheridan que rapidamente acionou Tyler. "Lembro dessa manhã em que a Amy quase morreu como se fosse ontem. Tínhamos tido uma noite ótima. Fomos dormir e, umas 6 horas da manhã, a Sheridon entrou no meu quarto dizendo: 'desça aqui porque tem algo errado com a Amy", lembrou.

A artista estava desnorteada, pois tinha ingerido uma garrafa inteira de rum junto com uma quantidade grande de analgésicos. "Eu sabia que ela estava bebendo para dormir, mas sabia que a garrafa inteira seria perigosa. Estava cheia de paracetamol. Uma overdose disso destrói o seu fígado", contou.

Foi então que uma ambulância foi chamada e Amy internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). "A Sheridan salvou a vida da Amy. Ela teria morrido não fosse por ela. Sempre serei grato a ela por ter me concedido mais tempo com a Amy", disse o amigo.

"Se a Sheridan não tivesse a encontrado, aquele teria sido o fim. Foi o começo dela se sentindo invencível. Ela nunca teve medo porque sempre tinha alguém cuidando dela", emendou Tyler.

Atualmente, Tyler James, sóbrio há 13 anos, trabalha como conselheiro de organizações voltadas para ajudar viciados em álcool e drogas.

Um novo documentário sobre Amy Winehouse será lançado em julho, marcando os 10 anos da morte da cantora britânica. A produção será narrada pela mãe da artista, Janis Winehouse, que tem esclerose múltipla e quer compartilhar suas memórias da filha.

"Amy Winehouse: 10 Years On" foi encomendado pelas britânicas BBC Two e BBC Music. Janis é descrita pela emissora como "uma figura próxima de Amy de quem ainda temos muito a ouvir e cuja versão dos acontecimentos muitas vezes diverge da narrativa que nos foi contada antes".

"Não sinto que o mundo conheceu a verdadeira Amy, aquela que eu criei, e anseio pela oportunidade de oferecer uma compreensão de suas raízes e um vislumbre mais profundo da verdadeira Amy", disse Janis Winehouse em um comunicado.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 26 Julho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/