PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Fim de linha! Rio Branco é goleado e vê sonho do acesso terminar

O Tigre, que precisava de um empate para avançar às semifinais, foi goleado, 3 a 0, no estádio Cláudio Rodante, sendo eliminado do Campeonato Paulista da Segunda Divisão

O Rio Branco foi totalmente dominado pelo Fernandópolis na manhã deste domingo e viu chegar ao fim o sonho do acesso à série A-3 de 2020. O Tigre, que precisava de um empate para avançar às semifinais, foi goleado, 3 a 0, no estádio Cláudio Rodante, sendo eliminado do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

PUBLICIDADE

Como era de se esperar, os donos da casa partiram para cima desde o início, mas só levaram perigo na bola parada. Em uma delas, aos 34 min do primeiro tempo, Gildo abriu o placar, de cabeça, após cobrança de escanteio.

No intervalo, o técnico Marcos Campagnolo reclamou bastante da postura de sua equipe. “A gente trabalha, trabalha, trabalha. Chega lá dentro, tem que ter atitude. Trabalhamos: ´encosta, acompanha o número 9´. Falar o quê, velho? Não tem que falar mais. É a atitude deles lá”, desabafou.

PUBLICIDADE

Na volta para a segunda etapa, o Tigre continuou apático e viu Talisson, em ótimo contra ataque, aos 11 min, ampliar. Nem mesmo a expulsão de Potiguar tirou o ânimo dos mandantes. Pelo contrário, aos 32, de letra, Matheus fez três a zero. Nos minutos finais, o Rio Branco ainda teve o atacante Thiago expulso e o goleiro Alan defendendo uma cobrança de pênalti já nos acréscimos, evitando vexame maior em Fernandópolis.

Após a partida, em entrevista à Rádio Esporte Clube, Campagnolo fez um balanço da campanha riobranquense. “Acho que a gente fez uma boa campanha. Está todo mundo de parabéns, por tudo o que foi feito, por tudo o que os atletas desempenharam. Saio com a cabeça erguida do Rio Branco, com a missão cumprida de um trabalho bem feito”.

PUBLICIDADE

O Rio Branco volta de Fernandópolis eliminado e com a certeza que as péssimas atuações no returno da terceira fase, com derrotas em sequência, que tiraram do clube a vantagem de decidir em casa e poder atuar por dois resultados iguais, foi fatal para que, na primeira vez em seus 106 anos de história, dispute por dois anos seguidos o quarto escalão do futebol estadual.

 

 

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This