quarta-feira, 24 julho 2024

Maranhão: de coringa a titular absoluto

O volante Maranhão chegou ao Rio Branco, vindo do Velo Clube, em meio às disputas da primeira fase da Bezinha, quando o Tigre possuía a melhor campanha entre os 41 participantes do torneio e buscar uma vaga no time titular não era tarefa fácil. Por vezes foi utilizado como um coringa, atuando na lateral e na armação, mas, atualmente, vive seu melhor momento no clube, em sua posição de origem, sendo peça fundamental no esquema do atual treinador Marcos Campagnolo. 

“Eu já tinha jogado de lateral em outras equipes, mas minha posição mesmo é de segundo volante, ali eu me sinto mais à vontade, com minha característica de roubar a bola e servir meus companheiros mais próximos e fazer o máximo para ajudar o time”, comentou o volante do Tigre. 

Nos treinamentos, Maranhão costuma chegar mais a frente como elemento surpresa, algo que não vem acontecendo nos jogos. “Eu costumo apoiar mais, até pelo meu condicionamento físico o treinador me pede isso. Preciso me concentrar um pouco mais para acertar os chutes a gol, o que acontece nos treinos e tenho que fazer também nos jogos”, relatou. 

Voltar a atuar na lateral direita, porém, não está descartado. O titular da posição, Patrik, permanece entregue ao departamento médico graças a um desconforto na coxa e poderá ser desfalque para a partida de sábado, às 15h, diante do Mauá. Pode ser uma oportunidade para, forçosamente, o coringa Maranhão voltar a entrar em ação. 

Além da dúvida na lateral por conta da lesão de Patrik, o técnico Marcos Campagnolo terá que resolver nos treinamentos ao longo da semana quem será o substituto de Felipinho, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Rafael Cursino e Léo, volantes de origem, e Alê, cujas características mais se assemelham ao camisa 10, disputam a vaga. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também