Quinta, 27 Janeiro 2022

Piovezan aposta no diferencial de Santa Bárbara d'Oeste

Aniversário de Santa Bárbara d’OesteEntrevista

Piovezan aposta no diferencial de Santa Bárbara d'Oeste

Prefeito vê investimento em sustentabilidade como trunfo da gestão e defende continuidade do grupo político 

O prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Rafael Piovezan, em seu gabinete (Foto: Diretoria de Comunicação Governamental)

Expoente do grupo político que administra a cidade desde 2013, o prefeito Rafael Piovezan (PV) consolidou uma carreira acadêmica nas áreas de Ciências Biológicas e Zoologia, antes de seguir a carreira política. A somatória dessa experiência como pesquisador e gestor público faz com que ele veja como diferencial o fato do município cuidar da questão ambiental. "Toda empresa que tem um compromisso com a sustentabilidade só vai investir em municípios que também têm esse compromisso com o meio ambiente", ressalta. Nessa entrevista ao TODODIA, o prefeito fala dos desafios enfrentados no primeiro ano de governo, das realizações e do cenário para 2022. Confira os principais trechos:

TODODIA - Santa Bárbara d'Oeste comemora hoje o aniversário de 203 anos de fundação. Cite alguns motivos que aqueles que aqui nasceram - assim como o senhor - ou que escolheram esta cidade para viver e constituir família, têm para comemorar.
Rafael Piovezan - Santa Bárbara d'Oeste é uma cidade que tem na sua história um povo trabalhador, honesto, um povo que sempre acreditou no valor daquilo que é mais importante para a sociedade, que é a qualidade de vida, que é pensar no próximo, construir uma família, construir uma história e, ao longo desses 203 anos, a cidade vem avançando muito, vem buscando seu espaço. Como todo barbarense, eu tenho uma honra muito grande de ter nascido aqui, assim como eu tenho certeza que aqueles que vieram para cá para ajudar a construir a história da nossa cidade também têm. Santa Bárbara d'Oeste hoje é uma das referências em diversas áreas, principalmente naqueles temas que são mais sensíveis dentro da administração pública e que são mais importantes para a população: saúde, educação, segurança, emprego. Eu tenho certeza que todos os barbarenses têm um carinho e um amor especial pela nossa cidade, principalmente por olhar o quanto ela se destaca dentro da região metropolitana de Campinas, do estado de São Paulo e do Brasil.

TODODIA - Em discurso durante recente inauguração de uma rede atacadista na cidade, o senhor afirmou que Santa Bárbara d'Oeste é protagonista na região e a cidade mais preparada para a instalação de novos negócios. Quais indicadores fundamentam esse seu entusiasmo?
Essa questão do desenvolvimento econômico passa muito por você ter uma cidade estruturada e preparada. Nesses últimos anos, nós trabalhamos intensamente para ofertar uma estrutura de saúde robusta para atender a população barbarense, para atender aqueles que eventualmente vêm aqui para fazer um empreendimento, porque eles precisam ter certeza que seus funcionários e colaboradores vão poder ser tratados num sistema de saúde adequado. Além disso, tem a questão da educação. Todo colaborador, todo funcionário, ele precisa colocar os seus filhos na creche. Isso fomenta o desenvolvimento, porque a gente sabe que uma vaga de creche muda completamente a realidade de toda uma família, E nós conseguimos, através de muito trabalho, zerar a fila de crianças que aguardavam vagas em creche aqui na nossa cidade. Também tem a questão da mobilidade, a cidade se tornou mais dinâmica através da construção de novas avenidas, de novos eixos de deslocamento. Um exemplo é o Corredor Metropolitano, que liga um ponto da cidade ao outro, liga a região central à Zona Leste com muito mais agilidade e que permite que a gente fomente todo um desenvolvimento dos bairros próximos e desses novos loteamentos que vão surgindo. Além disso, nós temos um trabalho importantíssimo com relação à segurança pública. Santa Bárbara d'Oeste é a cidade entre todos os municípios do Estado de São Paulo, com mais de 100 mil habitantes, com os melhores indicadores em termos de segurança pública. Um trabalho muito importante, que eu tive o privilégio de poder contribuir, foi a questão do saneamento, da infraestrutura, a gente construiu novas estações de tratamento de esgoto, que permitem hoje que o município tenha capacidade para tratar o esgoto de 350 mil habitantes. Então toda empresa, seja ela da Europa ou dos Estados Unidos, que tem um compromisso com a sustentabilidade, só vai investir em municípios que também têm esse compromisso com o meio ambiente. A gente percebe cada vez mais o quanto esse compromisso ambiental toma assento nas decisões das grandes empresas e até do pequeno empreendedor, porque ele sabe que aqui no município vale a pena investir, porque nós temos um compromisso com as questões ambientais importantes. Nós conseguimos mostrar o quanto é vantajoso ter um investimento no município, o quanto esse investimento é seguro. E isso vai fazendo com que, vamos dizer assim, a propaganda que a gente tem de uma empresa para outra isso vai se espalhando no mercado e assim cada vez mais nós estamos recebendo novos investidores, com novas propostas.

TODODIA - Há uma frase - "Santa Bárbara d'Oeste tem praticamente a mesma população de Americana, porém metade do orçamento" - que, nas últimas décadas, vem resumindo as dificuldades de Santa Bárbara d'Oeste em várias áreas. Para 2022, a receita estimada das duas cidades é de R$ 649 milhões e de pouco mais de R$ 1 bilhão. É possível desenvolver ações, principalmente no campo econômico, para mudar essa realidade a médio e longo prazo?
Esse é um ponto fundamental que nós estamos trabalhando. Santa Bárbara, para que recebesse novos investimentos, precisava ter toda essa estrutura que eu falei anteriormente: ter saúde de qualidade, educação, segurança, infraestrutura. Isso é importante para que, cada vez mais, quem olha de fora perceba o quanto a cidade tem capacidade para receber esses investimentos. Percebe-se, de forma muito clara, que a cidade vai tendo essa mudança de conceito, que começou na cabeça das pessoas ao entender que uma mudança, uma transformação da cidade exige alguns anos, ela não ocorre num mandato, ela ocorre baseada num projeto político, mas com um objetivo muito claro. Temos o dever de fazer políticas públicas que ajudem a alcançar esse objetivo sonhado pelo barbarense, que é ter essa ampliação e essa melhoria nos serviços ofertados aqui na cidade, melhoria em termos da geração de emprego. E tudo isso vai fazendo com que nós tenhamos um orçamento cada vez maior.

TODODIA - O senhor foi eleito defendendo a continuidade administrativa e, inclusive, mantém diversos assessores que já estavam na gestão passada. Como executar na prática essa continuidade sem que acabe parecendo mero continuísmo?
Olha, eu penso que toda vez que você tem a possibilidade de dar continuidade a um bom trabalho, você tem que agarrar essa oportunidade como algo importante. Uma cidade não se transforma da noite para o dia. Você tem políticas públicas que demoram alguns anos para se consolidar. Esse é o caso de Santa Bárbara: a gente tem um projeto que saiu lá de 2013, quando o Denis (Andia) começou seu mandato, que nós construímos em conjunto com toda uma equipe e que chega até agora. Então, as pessoas que fazem parte do governo, aquelas que já estavam aqui e aquelas que vieram para diversificar e oxigenar toda essa política pública, estão muito pautadas naquilo que nós temos pela frente em termos de desenvolvimento da cidade, naquele projeto e objetivo definido que é fazer com que Santa Bárbara d'Oeste cada vez mais se torne protagonista, não só da Região Metropolitana de Campinas, mas do Brasil. Eu acho que esse é o grande fator de sucesso desse trabalho que começou lá com o Denis, que segue agora conosco e que, se Deus quiser e as pessoas desejarem, a gente vai levar cada vez mais para frente, buscando espaços em outras esferas, dentro do governo estadual, dentro do governo federal, trazendo para a cidade aquilo muitas vezes que ela nunca teve, mas sempre sonhou, que eu tenho certeza que o barbarense sempre sonhou, que é uma articulação cada vez melhor com esses recursos estaduais e federais. A gente precisa trabalhar sempre tendo foco na renovação de ideias - e isso não necessariamente se liga a uma renovação de pessoas - mas uma oxigenação dessas ideias, um trabalho contínuo de inovar naquilo que a gente pensa para a cidade, porque a administração pública não pode ficar parada. Temos uma política muito clara de melhoria contínua nos serviços ofertados à população, em paralelo trazendo novas ideias, para que nossa cidade avance cada vez mais e construa uma nova história daqui para a frente. Nós temos uma nova história sendo construída e isso tudo só traz melhorias ao cidadão barbarense.

TODODIA - Quais projetos a prefeitura pretende desenvolver para o cenário pós-pandemia, no tocante à retomada econômica, geração de emprego e renda e, especificamente na educação, para otimizar o processo de ensino e aprendizagem, após esse longo período de aulas remotas?
Na área de desenvolvimento econômico, a gente tem feito um investimento muito grande. Diversos secretários estão trabalhando continuamente para fazer a abordagem dessas empresas, visitando, pensando naquelas que estão aqui no nosso município para que elas façam a ampliação e pensando naquelas que estão prospectando um local para investir, mostrando as vantagens de se investir na nossa cidade. Nós temos uma importante notícia com relação ao novo Distrito Industrial, que há muito tempo, há algumas décadas, não acontecia aqui na nossa cidade e tudo isso vai ajudando a fomentar, mas lembrando sempre que o desenvolvimento econômico não é uma variável fora de todos esses conceitos que a gente já vem trabalhando aqui, ele envolve toda a administração pública. É importante a gente saber que esse desenvolvimento econômico está muito relacionado a essa capacidade do sistema público de atender o cidadão cada vez melhor, porque é aí que você consegue trazer esses investimentos, por mostrar que a cidade está preparada e estruturada. Entre esses setores, o de maior importância é a educação. A educação aqui na nossa cidade já é referência na região metropolitana de Campinas e neste cenário de pós-pandemia a gente tem trabalhado muito novos conceitos, principalmente utilizando plataformas digitais, assim como a gente tem investido muito em todas as reformas estruturais dos prédios das escolas e das creches. A gente tem trabalhado muito nesse conceito ambiental de sustentabilidade, então nós temos novas ações que vão ser pautadas em preparar espaços como o viveiro municipal como se fosse um laboratório a céu aberto para receber as crianças. Praticamente 80% das nossas escolas já têm a horta medicinal e horta convencional instaladas, isso faz com que as crianças tenham esse contato que é importante nos dias de hoje por conceitos dos mais diversos, seja na lógica da alimentação saudável, seja na lógica ambiental, seja na confraternização com as outras crianças e com os professores. A educação é uma peça fundamental desse nosso projeto de governo.

TODODIA - O desafio de integrar a cidade ainda persiste, apesar de recentes investimentos em infraestrutura urbana e na abertura de vias de ligação entre o Centro e a Zona Leste. O que é possível fazer para caminhar no sentido da integração plena entre as diversas regiões?
Nós tínhamos na cidade um grande vazio urbano, que existia há muitas décadas e que pouco a pouco nós conseguimos fazer com que ele se desenvolvesse em regiões residenciais, comerciais e industriais. Esse é um conceito importante que só foi possível pela chegada e pelo prolongamento do Corredor Metropolitano, que articula essas duas regiões da cidade. Os próximos passos que vão ser dados se relacionam muito a integrar os serviços públicos, trazer serviços de referência para essas duas regiões vai fazer com que cada vez mais esses dois pontos da cidade, que são extremamente importantes, que têm economias quase que próprias em desenvolvimento, mas que se ajudam em termos de desenvolvimento aqui no nosso município, se aproximem cada vez mais.

TODODIA - Antes de enveredar na política, o senhor consolidou uma carreira acadêmica nas Ciências Biológicas e Zoologia e, já no serviço público, foi secretário de Meio Ambiente e diretor do departamento que cuida da água e do esgoto da cidade. Considerando essa sua trajetória, como o senhor avalia as decisões que foram tomadas na COP-26 e que poderão impactar diretamente, nos municípios, áreas como meio ambiente e economia?
A questão ambiental tem que estar muito bem atrelada a tudo aquilo que se vai trabalhar do ponto de vista econômico. Cada vez mais, no mundo, se percebe que uma coisa tem que estar relacionada com outra. É a tal da sustentabilidade. Passou da hora do Brasil retomar o protagonismo na discussão que precisa ser feita em termos climáticos, em termos de degradação ambiental aqui no nosso país. As mudanças climáticas, que antes eram um tema que passava muito longe da gente, cada vez mais mostram os resultados no dia a dia, seja pelos efeitos do calor no bairro que não tem uma arborização ou nos efeitos de uma chuva extrema, que acontece de uma hora para outra dentro do ambiente urbano. Entender o quanto isso vai afetando o nosso dia a dia é fundamental. O Brasil tem condições de ser protagonista em tudo isso, precisa desenvolver uma política pública que se adeque a esse novo cenário da COP 26, precisa demonstrar que o controle ambiental, a fiscalização ambiental não é algo que luta contra o desenvolvimento econômico, mas sim que ajuda esse mesmo desenvolvimento econômico a pensar no futuro das gerações.

TODODIA - Com a criação da Região Metropolitana de Piracicaba, o município de Santa Bárbara d'Oeste ficou em posição estratégica, na "divisa" entre a RM de Campinas e a recém-criada. O que isso pode representar, em termos de integração e de atração de novos empreendimentos para a cidade?
Essa conexão com Piracicaba e com Campinas é algo cada vez mais importante, até porque, como dito mesmo na própria pergunta, a gente fica dentro de uma divisa fundamental onde você consegue acessar duas regiões muito importantes dentro do Estado de São Paulo, que têm um desenvolvimento econômico muito grande. Nós podemos usufruir daquilo que tem de melhor da Região Metropolitana de Campinas, que é toda a parte tecnológica, toda a parte de mobilidade, assim como podemos usufruir também da região de Piracicaba, que tem uma grande mobilidade, tem grandes empresas que podem ajudar e trazer novos investimentos.

TODODIA - O cidadão Rafael Piovezan já tem suas preferências para as eleições majoritárias de 2022, para governador e presidente? E, para as eleições proporcionais para deputado estadual e federal, o prefeito deve apoiar alguma candidatura local?

A gente precisa olhar com muita tranquilidade todas as propostas que vão aparecer, tudo aquilo que vai ser pautado. Eu tenho comigo que o Brasil precisa muito de respeito às diferentes opiniões, às divergências, aos diferentes projetos políticos. O Brasil precisa, acima de tudo, respeitar tudo isso, entender que tem alguns conceitos importantes que precisam ser tratados, na minha humilde opinião, com relação às questões sociais, à necessidade emergente da população mais pobre de receber atenção do serviço público, de receber esse cuidado, principalmente após a pandemia, nas questões relacionadas, por exemplo, às políticas de saúde. Quando a política começa a afastar pessoas dentro da própria família, dentro dos círculos de amizade, então tem alguma coisa errada com a política. Com relação a governador e a presidente, eu acho que um ponto importante é esperar e aguardar quais serão os candidatos, quais serão as propostas. E, com relação a deputado, eu tenho apoio já declarado para o Denis (Andia). A gente tá trabalhando essa possibilidade dele ser candidato, é uma pessoa que, eu tenho certeza, em tendo a oportunidade de concorrer, vai representar o barbarense com muita qualidade, com muita responsabilidade em qualquer uma das esferas de governo que ele desejar.
Cortando a fita: cidade volta a ser atrativa a novos investimentos (Foto: Divulgação)
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 28 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/