Quarta, 17 Agosto 2022

Alison dos Santos fatura o ouro e Thiago traz bronze

EsportesAtletismo

Alison dos Santos fatura o ouro e Thiago traz bronze

No salto com vara, Thiago Braz faturou o bronze, ao cravar 5,93 metros, seu melhor resultado este ano 

Pódio | Brasil subiu duas vezes ao pódio na oitava etapa da Liga Diamante 2022 (Foto: AleksandraSzmigiel/Reuters/Agência Brasil )

O Brasil subiu duas vezes ao pódio na oitava etapa da Liga Diamante 2022, principal circuito da World Athletics (Federação Internacional de Atletismo). Nesta quinta-feira (30), Alison dos Santos, de 22 anos, quebrou o recorde nos 400 metros com barreiras e faturou o ouro ao completar a prova em em 46s81 - até então o recorde de 46s87 do norueguês Karsten Warholm.

No salto com vara, Thiago Braz faturou o bronze, ao cravar 5,93 metros, seu melhor resultado este ano.

Com o triunfo desta quinta-feira (30), Alison, bronze na Olimpíada de Tóquio (46s72), volta a ser número 1 do mundo nos 400m com barreiras, a apenas duas semanas do início do Mundial de Atletismo, em Eugene, no estado de Oregon (Estados Unidos).

Na segunda colocação ficou o norte-americano CJ Allen (48s17), e em terceiro lugar Kyron McMaster (48s58), das Ilhas Virgens Britânicas.

O índice obtido por Piu (apelido de Alison) nesta quinta foi o melhor do atleta desde que conquistou o bronze em Tóquio (46s72) e o mais alto desta temporada . Nos próximos dias, ele completará a preparação para o Mundial de Atletismo no Centro Olímpico dos Estados Unidos, no estado da Califórnia.

"Estou muito orgulhoso com este desempenho. Minha preparação correu bem e esse resultado mostra isso. Agora, estou bem animado para o Mundial. Eu apenas tentei me divertir e ir rápido. Meu treinador disse 'basta ir lá e correr'. Foi justamente o que fiz. Eu corri. Por mim", disse Piu, em depoimento ao site Liga Diamante da World Atlhetics.

RIO 2016

Campeão olímpico no salto com vara na Olimpíada Rio 2016 (6,03m) e bronze nos Jogos de Tóquio (5,87 m), Thiago Braz também brilhou com a terceira colocação em Estocolmo, ao alcançar 5,93 m.

O ouro ficou com o rival francês Armand Duplantis (6,16 m), campeão olímpico em Tóquio, e prta com norte-americano Christopher Nilsen (6,00m).

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/