Terça, 09 Agosto 2022

Capital chilena receberá final em partida única

Capital chilena receberá final em partida única

Santiago, capital do Chile, foi a cidade escolhida para receber, em 2019, a primeira final de Taça Libertadores decidida em partida única. A Conmebol
Santiago, capital do Chile, foi a cidade escolhida para receber, em 2019, a primeira final de Taça Libertadores decidida em partida única. A Conmebol anunciou a decisão ontem, após reunião do conselho da entidade sul-americana, em Luque, no Paraguai.

A decisão da Copa Sul-Americana do ano que vem, que também sofrerá alteração de formato e ocorrerá em jogo único, será em Lima, no Peru. Ambas as competições, assim, repetem o modelo em vigor na Europa com a Liga dos Campeões e a Liga Europa -final única e campo neutro.

Além de Santiago, outras duas cidades concorriam à sede do jogo final da Libertadores no ano que vem: Montevidéu (Uruguai) e Lima. A escolha, de acordo com nota divulgada pela Conmebol, levou em contra critérios como: capacidade de organização, logística, segurança, tecnologia, aspectos políticos, sociais, ambientais e legais, capacidade hoteleira, mobilidade e situações favoráveis para direitos comerciais e de transmissão de TV.

Membros da Conmebol inspecionaram as postulantes por dois dias e meio, de acordo com a entidade.
“Essas decisões atendem o objetivo estratégico de promover o desenvolvimento esportivo do futebol sul-americano com mais recursos, mais investimentos e melhores padrões em todos os níveis”, explicou Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.

Desta forma, o formato tradicional com jogos de ida e volta para a definição do campeão será utilizado pela última vez em 2018.

Embora não tenha projetado uma data no comunicado emitido ontem, a final da Libertadores de 2019 deverá ocorrer em 23 de novembro, um sábado.

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/