Sexta, 19 Agosto 2022

Flamengo segue na liderança

Esporteslibertadores

Flamengo segue na liderança

A próxima partida do Flamengo é diante do Altos-PI, fora de casa, pela Copa do Brasil 

Estrela | Gabigol brilha e marca os dois gols que garantiram a vitória do time carioca (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo contou com noite inspirada de Gabigol, que marcou dois gols para bater a Universidad Católica-CHI, por 3 a 2, nesta quinta-feira (28), no Chile. Lázaro completou o placar e os chilenos descontaram com gols contra de Isla e Pablo.

O resultado manteve o rubro-negro na liderança do Grupo H com 100% de aproveitamento na Libertadores. Os chilenos estão na terceira posição com três pontos.

A próxima partida do Flamengo é diante do Altos-PI, fora de casa, pela Copa do Brasil. A partida será no domingo (1), às 18h. Pela Libertadores, o próximo compromisso será na Argentina, diante do Talleres, na quarta (4), às 19h.

Gabigol voltou a brilhar com a camisa rubro-negra na Libertadores. Autor de dois gols na partida, o atacante buscou o jogo e, além dos gols, contribuiu com o coletivo na criação de jogadas e no apoio defensivo. Os dois gols anotados pelo atacante fizeram com que ele chegasse aos 26 anotados na história da Libertadores, passando Fred e Palhinha (25) e se consolidando como 2º brasileiro com mais gols na história da competição. Luizão, com 29 gols, lidera a lista.

Vale citar também a boa partida de Bruno Henrique, que voltou de lesão e deu duas assistências para os gols do seu parceiro de ataque, despertando as melhores memórias na torcida flamenguista.

A equipe carioca teve uma atuação pragmática no Chile. A equipe deu a bola para o adversário e buscou as transições rápidas para incomodar os donos da casa e o resultado deu certo. No primeiro tempo, em duas escapadas o Fla marcou e poderia ter feito ainda mais. Na segunda etapa, o rubro-negro sofreu um pouco mais, mas conseguiu marcar mais um gol e sacramentar mais uma vitória na Copa Libertadores.

A equipe chilena teve mais posse de bola e incomodou o Flamengo, mas faltou aquele algo a mais. Com a bola, na maior parte do tempo, pareceu sem saber o que fazer no campo de ataque. Quando a equipe avançava, por cruzamentos ou finalizações a média distância, faltava pontaria.

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/