Sábado, 27 Novembro 2021

Paraolimpíada: Brasil goleia Lituânia na estreia do goalball masculino

Paraolimpíada: Brasil goleia Lituânia na estreia do goalball masculino

Seleção brasileira vence atuais campeões paraolímpicos por 11 a 2  

Brasil estreia com goleada no goalball – CBDV

A seleção brasileira masculina de goalball estreou com uma grande vitória na Paralimpíada de Tóquio (Japão). Jogando no Centro de Convenções Makuhari Messe, o Brasil superou a Lituânia por 11 a 2, na noite desta terça-feira (24) em partida válida pelo Grupo A.

Já na manhã de hoje, o Brasil ganhou suas primeiras medalhas nas Paraolimpíadas com direito a quebra de recorde. O triunfo do Brasil no goalball (atual bicampeão mundial da modalidade) teve um sabor especial, porque foi sobre os atuais campeões paraolímpicos da modalidade. Os lituanos ficaram com o ouro em 2016, no Rio de Janeiro.

O Brasil abriu o placar logo aos dois minutos de partida, com Leomon Moreno. Mas a Lituânia conseguiu empatar dois minutos mais tarde com Pavliukianec.

Porém, a seleção brasileira era muito superior no confronto, e marcou mais três vezes antes do intervalo, com Leomon (em cobrança de penalidade) e Romário (duas vezes, uma delas em cobrança de penalidade).

O segundo tempo começou com três gols em sequência de Josemarcio. O ala, conhecido como Parazinho, marcou um em cobrança de penalidade e dois com a bola rolando.

Zibolis ainda conseguiu descontar para a Lituânia, mas Leomon e Romário marcaram mais um cada, e o ala Emerson, em sua estreia em Jogos Paralímpicos, ampliou para 10 a 2 em cobrança de penalidade.

O golpe de misericórdia foi o quarto gol do artilheiro do confronto, o ala Romário, que deu números finais ao marcador quando faltavam 56 segundos para o final.

A seleção brasileira masculina de goalball volta a entrar em ação na próxima quinta-feira (26), a partir das 1h15 (horário de Brasília), contra os Estados Unidos.

Eliminação na esgrima

Os dois primeiros brasileiros a competirem na esgrima em cadeira de rodas na Paraolimpíada de Tóquio (Japão) acabaram eliminados. Mônica Santos e Vanderson Chaves não passaram da fase classificatória, na madrugada desta quarta-feira (25) no Centro de Convenções Makuhari Messe.
Mônica Santos foi eliminada na esgrima em cadeira de rodas - Ale Cabral/CPB

Na disputa das classificatórias do sabre individual feminino da categoria B, Mônica perdeu as cinco lutas que disputou, para a japonesa Chisato Abe (5 a 1), a húngara Boglarka Mezo (5 a 1), a ucraniana Olena Fedota (5 a 4), a chinesa Shumei Tan (5 a 0) e Irina Mishurova (5 a 3), do Comitê Paralímpico Russo.

Já no sabre individual masculino Vanderson Chaves também perdeu todos os seus confrontos, para o húngaro Istvan Tarjanyi (5 a 1), para o francês Maxime Valet (5 a 1), o polonês Grzegorz Pluta (5 a 0), o canadense Pierre Mainville (5 a 0) e Alexander Kurzin (5 a 1), do Comitê Paralímpico Russo.

O Brasil volta a lutar por medalhas na esgrima em cadeira de rodas na noite desta quarta-feira, com o campeão paralímpico Jovane Guissoni e Carminha Oliveira.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 27 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/