PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Tigre encara o Fernandópolis

Rio Branco joga fora de casa e, depois de vencer a partida de ida, precisa só de um empate para se classificar

Depois de seis meses de bola rolando, o Rio Branco faz hoje, às 10h, no estádio Cláudio Rodante, em Fernandópolis, o jogo mais importante da temporada. O Tigre encara os donos da casa pela partida de volta do Campeonato Paulista da Segunda Divisão e precisa de um empate para seguir vivo na luta pelo acesso à Série A-3 do ano que vem. Em caso de derrota, a equipe de Americana estará eliminada e terá que disputar novamente em 2020 o quarto escalão do futebol estadual.

PUBLICIDADE

O TIME

Para a partida, o técnico Marcos Campagnolo tem o desfalque do lateral-esquerdo Leandro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, que dará lugar à Mazinho. Do outro lado da defesa vem a boa notícia da escalação de Patrik, que não atua um jogo inteiro há mais de um mês. O comandante alvinegro reforça o meio-campo e não descartou que um dos três volantes possa ser recuado para atuar como zagueiro em determinados momentos do jogo. “Nossa equipe tem um histórico muito bom fora de casa, então, temos conversado a muito com nossos atletas para que eles tenha essa postura durante o jogo. Um time equilibrado emocionalmente para suportar a pressão. Se não tomarmos gol, estaremos classificados e é o que temos colocado para eles. Ou seguimos ou entramos em férias. Mas o time está focado e treinamos bem esses dias”, comentou Campagnolo.

PUBLICIDADE

O RIVAL

No Fernandópolis, que avança com qualquer resultado de vitória, o técnico Júnior Paulista terá o retorno do principal destaque da equipe, o meia Murilo, artilheiro máximo dessa Bezinha com 15 gols, que não atuou no jogo de ida em Americana por estar sem contrato. Sua entrada na vaga de Talisson deve ser a única novidade. A expectativa, é que o público presente ao estádio seja superior a seis mil torcedores.

PUBLICIDADE

A comissão técnica do Fernandópolis aposta em uma apresentação como a que a equipe fez na primeira etapa da partida disputada em Americana. Na ocasião, o time terminou os primeiros 45 minutos com vantagem no placar. O elenco foi ao vestiário certo de que o jogo estava sob controle, mas o Tigre virou.

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This