PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Acusado de execução em farmácia se apresenta e confessa o crime

Gilberto Carlos Falcão Filho alegou que a vítima seria amante de sua esposa e que o estaria ameaçando, informações que estão sob investigação

Policiais civis identificaram ontem o acusado de executar a tiros o comerciante Lucas da Silva Paulino, de 28 anos, assassinado dentro de uma farmácia na última segunda-feira, em Santa Bárbara d’Oeste.

PUBLICIDADE

O acusado pelo crime, identificado como Gilberto Carlos Falcão Filho, 32 anos, motorista, casado, morador em Americana, se apresentou espontaneamente à Polícia ontem ao saber que estava identificado.

Ele confessou o crime, apresentou a arma e o veículo utilizado na fuga após o assassinato, mas foi liberado após depoimento. A Polícia Civil deve pedir sua prisão preventiva e investiga a participação de ao menos mais uma pessoa na execução.

PUBLICIDADE

À Polícia, Gilberto alegou que a vítima seria amante de sua esposa e que o estaria ameaçando – informações que estão sob investigação.

Segundo a Polícia, o acusado tem antecedentes criminais por tráfico de drogas, em 2008.

PUBLICIDADE

O CRIME

Na segunda-feira, o comerciante Lucas Paulino foi executado com ao menos três tiros na cabeça, disparados pelas costas, logo após ter entrado em uma farmácia do bairro onde morava, no Jardim São Francisco.

Ele entrou no estabelecimento para adquirir um medicamento, e fazia uso dele próximo do balcão, quando o assassino entrou na farmácia, aproximou-se e começou a atirar. Câmeras de segurança registraram o crime. Após atirar, o criminoso saiu do estabelecimento e entrou em um veículo.

O comerciante foi sepultado ontem, no Cemitério da Saudade, em Americana.

 

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This