PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Campinas terá Delegacia da Mulher funcionando 24h

O governador João Doria (PSDB) disse que deve inaugurar oito DDMs 24h nas próximas semanas e outras dez até 31 de março, incluindo a de Campinas

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) confirmou que Campinas terá, até o final de março, uma de suas duas DDMs (Delegacias de Defesa da Mulher) operando por 24h, inclusive em finais de semana e feriados.

PUBLICIDADE

Na última semana, o governador João Doria (PSDB) disse em Sorocaba que deve inaugurar oito DDMs 24h nas próximas semanas e outras dez até 31 de março, incluindo a de Campinas.

A unidade escolhida por critério de maior demanda é a da 2ª DDM de Campinas, no Jardim Londres.

PUBLICIDADE

Nos horários de funcionamento pós-expediente comercial, a 2ª DDM atenderá casos de violência contra a mulher ocorridos em quaisquer regiões da cidade.

Sobre outras cidades da RMC que possam ter DDMs 24 horas, a SSP respondeu apenas que a questão está em estudos.

PUBLICIDADE

Vale salientar que Campinas é a única cidade do Interior do estado a ter duas DDMs, sendo que a primeira delas, inaugurada em 1988, foi a segunda a ser instalada no interior – a primeira foi em Limeira.

A 2ª DDM de Campinas foi inaugurada em novembro de 2016. A Polícia Civil faz agora o planejamento para definir a formação das equipes para ampliação de horário de funcionamento na unidade, que, segundo a Polícia, terá pleno atendimento com delegado de plantão e escrivães.

Em 2018, as DDMs de Campinas abriram mais de 2,7 mil inquéritos e realizaram quase 200 prisões em flagrante.

No começo do ano, o governador Doria vetou um projeto aprovado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo que determinava que todas as 133 DDMs paulistas funcionassem 24h.

A justificativa foi que o projeto é “inconstitucional” porque foi elaborado por um deputado e o Poder Legislativo não pode impor gastos ao poder Executivo.

 

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This