PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Consumidor denuncia posto por suposta fraude em abastecimento de combustível

Técnico em enfermagem registrou boletim e ocorrência porque pediu para completar o tanque, que estava na metade, e foi cobrado pelo tanque cheio

Um técnico de enfermagem está acusando um posto de combustível por suposta fraude. Ele alega que mandou completar o tanque do seu veículo que já estava pela metade, mas o posto cobrou como se tivesse enchido o tanque.

PUBLICIDADE

O caso ocorreu na Avenida Campos Salles, na Vila Jones, em Americana, às 11h53 do dia 13 de março, mas o caso só foi registrado às 20h07 de terça-feira (17).

R.A.R.S., 40, informou que mandou completar o tanque do seu veículo Onix Joy 2019 prata com etanol comum no Sucesso Auto Posto. O carro, com capacidade para 54 litros, já estava com meio tanque, ou seja, com cerca de 27 litros.

PUBLICIDADE

Após abastecimento, o frentista cobrou R$ 148,08 pelo abastecimento, referente a 52 litros de combustível.

A vítima interpelou o frentista e disse a ele que a cobrança era abusiva em relação a quantidade abastecida. E ainda afirmou que seria impossível que tivesse colocado a quantia cobrada. A Polícia Militar foi acionada no local.

Na ocasião, o gerente alegou que não tinha como garantir a contra prova da quantidade abastecida e alegou que a bomba estava aferida.

Por isso, o técnico informou no registro policial que pretende ingressar com ação contra o posto e pedirá providências aos órgãos responsáveis para apuração de suposta fraude.

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This