PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pai e padrasto são acusados de violência sexual na região

Mais dois casos de violência sexual foram registrados, na última terça-feira (1), nas cidades de Indaiatuba e Campinas

Mais dois casos de violência sexual foram registrados, na última terça-feira (1), nas cidades de Indaiatuba e Campinas, envolvendo vítimas menores de 18 anos que acusam o padrasto e pai como autores dos abusos. 

PUBLICIDADE

No crime ocorrido em Indaiatuba, a mãe da vítima gravou a cena do estupro praticado por seu companheiro, padrasto da criança, que é especial e tem 14 anos. Após cometer o crime, o acusado, um desempregado de 58 anos, deixou a casa tranquilamente e seria preso por guardas municipais em uma praça que fica há dois quilômetros do bairro onde houve o estupro de vulnerável. 

A mãe da menina mostrou as cenas fortes gravadas para os guardas e os acompanhou nas buscas, que possibilitaram a prisão do estuprador. 

PUBLICIDADE

O acusado não resistiu à prisão, foi dominado e encaminhado para a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) onde foi autuado em flagrante e ficou preso à disposição da Justiça à espera de Audiência de Custódia. 

CAMPINAS 

PUBLICIDADE

Em Campinas, também na última terça-feira (1), policiais militares prendem um homem de 48 anos acusado de cometer abusos sexuais há 11 anos contra a própria filha mais velha, atualmente com 16. 

O caso chegou ao conhecimento da Polícia porque a vítima revelou a uma tia sobre os abusos sofridos há mais de uma década e a mulher denunciou. 

Há suspeitas de que o acusado vinha abusando há um ano também da filha mais nova, de 5 anos. O homem não foi preso em flagrante e o caso segue em investigação sigilosa na 2ª DDM de Campinas.

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This