Domingo, 17 Outubro 2021

Falha ao cadastrar funcionário pode gerar multa

Falha ao cadastrar funcionário pode gerar multa

Atualizar os dados cadastrais dos funcionários do condomínio é a bola da vez para quem pretende se manter em dia com o eSocial, o banco de dados unifi
Atualizar os dados cadastrais dos funcionários do condomínio é a bola da vez para quem pretende se manter em dia com o eSocial, o banco de dados unificado do governo federal com informações sobre todos os trabalhadores do Brasil.

A organização é fundamental para evitar multas no futuro e essa etapa do processo deve ser cumprida até julho.

De forma geral, os síndicos entregam a contadores ou administradoras a responsabilidade de fazer o cadastro dos trabalhadores nos sistemas do governo, que são bastante específicos.

Porém, cabe a ele organizar todas as informações, que vão de documentos básicos como RG e CPF até as certidões de casamento e comprovantes de endereço.

"Já venho há muito tempo fazendo esse processo, há uns três anos. É difícil, mas estou adequando os condomínios a tudo. O mais difícil é convencer a todos sobre as regras e formalidades", diz o síndico Aldo Busuletti, que cuida de aproximadamente 80 condomínios com cerca de 2.400 funcionários no total. "Quem deve ficar à frente disso tudo e recolher os dados sou eu."

Segundo a gerente de Recursos Humanos da Lello Condomínios Simone Constantino, estamos na segunda etapa do processo de cadastramento do eSocial. A previsão é de que tudo seja finalizado até meados de 2020.

"É um jeito que o governo tem para fiscalizar as empresas. Servirá no futuro até para que os funcionários tenham acesso às informações. É uma maneira mais rápida de ter acesso, porque hoje tudo está disperso."

 
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/