Quarta, 27 Outubro 2021

Viracopos: mais 6 quilos de cocaína apreendidos

Viracopos: mais 6 quilos de cocaína apreendidos

Mais dois flagrantes de tráfico de drogas resultaram na apreensão de 6,1 quilos de cocaína entre quinta-feira (26) e ontem (27), no Aeroporto Internac

Mais dois flagrantes de tráfico de drogas resultaram na apreensão de 6,1 quilos de cocaína entre quinta-feira (26) e ontem (27), no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. Com isso, o volume de entorpecentes apreendidos em 2019 no terminal aeroportuário sobe para 285,7 quilos de drogas diversas – sendo 271,1 quilos de cocaína.

A quantidade é quase oito vezes maior que os 36,88 quilos apreendidos em todo ano de 2018 em Viracopos. A maios recente apreensão ocorreu ontem, quando uma mulher de 22 anos foi presa ao desembarcar de um voo procedente de Florianópolis (SC), transportando 4,6 quilos de cocaína na bagagem.

Segundo a Equipe de Vigilância e Repressão da Receita Federal no aeroporto, a jovem traficante, uma brasileira de identidade não revelada, pretendia embarcar de Campinas para Lisboa, em Portugal. Mas foi interceptada por cães farejadores e na checagem da bagagem no scanner a fiscalização detectou o entorpecente em fundos falsos das malas.

A outra prisão em flagrante foi registrada na última quinta-feira (26), quando um homem, de 27 anos, identidade não revelada, tentou embarcar também para Lisboa transportando 1,5 quilo de cocaína. A droga, prensada, foi acondicionada na estrutura metálica da mala, que precisou ser desmontada pelos agentes da Receita pudessem encontrar o entorpecente.

Apenas neste mês de dezembro, foram quatro flagrantes por tráfico internacional no Aeroporto de Viracopos, que resultaram na apreensão de 15,1 quilos de cocaína. No último dia 17, uma mulher brasileira, de 34 anos, vinda de Florianópolis (SC) e com voo marcado para o dia seguinte para Portugal, foi presa com 5 quilos de cocaína e, no último dia 2, uma boliviana foi presa tentando embarcar para Portugal com 4 quilos do mesmo entorpecente.

Todos os acusados por tráfico foram apresentados e autuados na Delegacia da Polícia Federal e estão sujeitos a penas que variam de 8 a 20 anos de reclusão, tempo que pode ser aumentado em 1/6 ou 2/3 quando a acusação é de tráfico internacional.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 27 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/