PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Aperte o cinto

Em modelos mais largos e com fivela grande, os cintos estão em alta e dão toque moderno ao visual

O modelo de cinto da vez é mais largo e tem fivela grande

Um cinto e muitas possibilidades. É assim que a moda enxerga o acessório, que está de volta às passarelas e ao guarda-roupa das mulheres. O modelo da vez é mais largo e tem fivela grande.

PUBLICIDADE

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

Uma boa dica de combinação, como ensina a consultora de moda e blogueira, Lilian Paiva, é usá-lo com vestidos de tecidos leves e mais larguinhos. “Ao colocar o cinto mais pesado, você quebra a ideia do vestido romântico e consegue modernizar o look”, ensina.

PUBLICIDADE

Ela lembra que o acessório também marca a cintura, o que valoriza o corpo feminino. Para as mais discretas, o modelo pode ser usado em produções mais simples, com calça de alfaiataria ou jeans. “Eu gosto de ter um cinto bacana, porque ele consegue mudar completamente a roupa e pode ser usado de diversas formas”, afirma ela, que é dona de um modelo com tachas.

O estilista Arlindo Grund, apresentador do programa Esquadrão da Moda (SBT), lembra que os cintos femininos apareceram com destaque nos desfiles mais recentes das grifes Chanel, Versace e Dior. “Desde o final do ano passado, eles voltaram realmente com tudo. Também vimos muitas produções com cinto na São Paulo Fashion Week do ano passado.”

PUBLICIDADE

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

VERSÁTIL

Além dos modelos mais largos, que estão no auge, Grund afirma que outras versões do acessório são tendência, como os cintos fininhos e que lembram cadarços. “Eles foram muito usados nos anos 1990 em produções com cara de street wear [moda de rua]”, diz.

Agora, a dica é usá-lo sobre vestidos largos e amarrados na lateral. “Dá um aspecto boho [estilo que mistura o romântico e o hippie].” O estilista afirma que tudo na moda é permitido, mas é preciso ter cuidado para não ser uma vítima fashion e usar um acessório só porque é tendência. “Os cintos muito largos, por exemplo, dão a impressão de encurtar o visual e aumentar o quadril. Por isso, se a mulher não se sente confortável nem quer esse efeito é melhor evitá-los.” Outra dica é usar o acessório da mesma cor da calça ou da blusa. “Eu também prefiro fivelas que sejam do mesmo tom ou estampa do cinto”, complementa.

Quando as temperaturas começarem a cair, os especialistas indicam que o cinto pode ser usado por cima de blazers, garantindo um visual diferente e feminino.

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This