sexta-feira, 8 dezembro 2023
CELEBRAÇÃO

1º de setembro: Dia do Profissional de Educação Física

A Rede TodoDia entrevistou profissionais que trabalham em diferentes áreas da educação física, mas possuem o mesmo objetivo de contribuir para a saúde e qualidade de vida das pessoas
Por
João Victor Viana
Foto: Reprodução / Pixabay

No dia 1º de setembro é celebrado o Dia do Profissional de Educação Física, uma data que reconhece a importância vital desses especialistas, que possuem um papel fundamental na promoção da saúde e bem-estar, moldando vidas de maneira significativa. Seja nas escolas, academias, clubes esportivos ou em programas de reabilitação, os educadores físicos desempenham um papel insubstituível na construção de uma sociedade mais ativa.

A celebração desta sexta feira acontece por conta da instituição da Lei Federal nº 9696, em 01 de setembro de 1998, que regulamentou a profissão e criou os Conselhos Federais e Regionais de Educação Física.

Os profissionais de Educação Física participam de diferentes maneiras na vida das pessoas. Eles não apenas ensinam técnicas esportivas e de condicionamento físico, mas também inspiram a adoção de estilos de vida saudáveis. Ao promover a atividade física regular, contribuem para a prevenção de doenças, o desenvolvimento da coordenação motora e a melhoria da autoestima.

Em um mundo cada vez mais digital e sedentário, os profissionais de Educação Física enfrentam novos desafios. No entanto, também estão na vanguarda da inovação, adaptando-se às mudanças nas preferências e necessidades das pessoas.

A Rede TodoDia entrevistou três profissionais da área nesta sexta-feira (1), mostrando que em diferentes aspectos, a educação física tem papel fundamental no cotidiano com usuários.

Marcelo Ferro já trabalhou em diversas áreas da educação física, inclusive sendo treinador de goleiros do Rio Branco por 15 anos. Hoje ele tem um trabalho focado em idosos. Cria, planeja e coloca em prática treinamentos personalizados visando a manutenção da saúde na melhor idade.

“Com o passar do tempo, o idoso traz consigo patologias, uma pressão alta ou baixa, uma artrose no joelho , e aí então você trabalha em um âmbito geral, mas tem como condição direcionar um trabalho mais específico naquela situação que o aluno necessita”, explicou Ferro.

Para além do trabalho específico, existe também aqueles que trabalham com a atividade física que alinha estética e saúde, como é o caso do proprietário de academia, Lucas Roberto.

“Depois do Covid-19, as pessoas perceberam o quanto é importante (a atividade física). Melhora a qualidade de vida, questão de sono, no trabalho, disposição, e não só a estética.”, disse Lucas, que também já teve experiência na preparação de fisiculturistas e diz que a realidade de trabalho é totalmente diferente.

Quem também atua com atletas de alta performance é o técnico do Rio Branco, Valmir Israel, que de formou em 1998 e já trabalhou em diversas áreas do futebol. “É muito gratificante trabalhar nessa profissão”, definiu.

Assim como Valmir, Lucas e Marcelo também demonstraram que a motivação e satisfação fazem parte do trabalho contínuo.

“A melhor escolha que eu fiz na minha vida foi a educação física”, disse Lucas.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também