sábado, 22 junho 2024
VÍDEO BOMBOU NAS REDES SOCIAIS

Aluno expressa episódio de racismo durante aula na Unicamp

Estudante caracterizou o homem ocidental como “dominante” e afirma que população indígena deve se adequar, propagando ofensas racistas a vestimentas, costumes e linguagem
Por
Isabela Braz
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um vídeo de um estudante de filosofia cometendo ataques racistas contra povos indígenas no último sábado (19), no evento Unicamp de Portas Abertas, vem circulando nas redes sociais e causando grande indignação entre os internautas.

O caso aconteceu na última sessão do Grupo de Estudos da Filosofia Indígena, quando o estudante Washington de Oliveira Vieira, aluno da PUC Campinas, fez falas racistas direcionadas à uma expositora do grupo.

No vídeo, o homem chega a determinar que o “homem ocidental” se estabeleceu como dominante e por isso, indígenas devem se adequar. “O Índio tem que tirar aquela tanga dele lá e estudar a nossa língua em vez de ficar falando essa língua que ninguém entende”, disse Washington.

Segundo o Coletivo dos Acadêmicos Indígenas da Unicamp, o homem teria afirmado que “índios são vagabundos”, “atrasados” e “drogados”, o agressor também defendeu que os povos indígenas deveriam “se integrar à sociedade”, pois “isso [povos indígenas] não vai continuar existindo”.

“A exposição do GE de Filosofia Indígena no UPA demarca a importância do pensamento indígena para repensar as possibilidades de reconstrução de um mundo em ruínas e celebra a presença indígena na Universidade. Diante disso, viemos por meio desta repudiar as falas racistas, pensando um caminho para que sejam tomadas as devidas providências”, afirmou o coletivo em nota.

Também em nota, o IFCH (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas) se manifestou, repudiando as falas agressivas ditas durante o evento e se solidarizou com os povos indígenas que fazem parte da Unicamp e da nossa cultura. “Mais do que emitir meras opiniões infundadas, sua fala demonstra preconceito e ignorância, desrespeita a diversidade de saberes e culturas, expressa e promove a violência contra os povos indígenas, manifestando um profundo desrespeito aos direitos humanos e incorrendo no crime de racismo”, disse o IFCH.

Confira o vídeo:

Vídeo: Reprodução/Redes Sociais
Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também