Sexta, 26 Novembro 2021

Brasil passa Reino Unido em mortes por Covid por 100 mil habitantes pela 2ª vez

Brasil passa Reino Unido em mortes por Covid por 100 mil habitantes pela 2ª vez

 A taxa brasileira chegou a 189,7 mortes por 100 mil habitantes, enquanto a britânica se encontra em 188,2. A ultrapassagem se concretizou com o
 
A taxa brasileira chegou a 189,7 mortes por 100 mil habitantes, enquanto a britânica se encontra em 188,2. A ultrapassagem se concretizou com o Brasil superando a marca de 400 mil mortes por Covid.

É a segunda vez que o Brasil ultrapassa o Reino Unido. A primeira ocorreu em 12 de setembro de 2020, mas, pouco tempo depois, no dia 19 de novembro, os britânicos retomaram a posição à frente dos brasileiros, segundo dados do Our World in Data e do monitoramento da Universidade Johns Hopkins.

A situação dos dois países é oposta. Enquanto o Brasil permanece com altíssimas médias móveis de mortes acima de 2.000 por dia, o Reino Unido tem tido médias nas casas de 20 ou 30 por dia.

Além disso, os britânicos estiverem entre os primeiros a iniciar a vacinação em massa da população, contando, no momento, com mais de 27% da população com mais de 18 anos já totalmente vacinada.

Mas o Reino Unido também foi um dos países a enfrentar momentos críticos da pandemia, inclusive com a identificação de uma nova variante do Sars-CoV-2 –a mais transmissível B.1.1.7. O cenário preocupante levou o país a medidas restritivas severas, como um lockdown para frear o avanço da doença e da variante. O Reino Unido também tem um forte programa de monitoramento de variantes.

Recentemente, o Brasil passou os EUA, também pela segunda vez na pandemia, na taxa de mortes por Covid por 100 mil habitantes.

Os Estados Unidos tem o maior número total de mortes pela doença (575.921), mas também se encontram em situação melhor que o Brasil, com vacinação mais ágil e avançada. O país atualmente tem média móvel diária de mortes na casa de 600 e em queda.

O Brasil é o segundo país com mais mortes no mundo, 404.048, segundo os dados mais recentes do consórcio de veículos de imprensa. Em abril, o país registrou mais de 82 mil mortes, o mês mais letal da pandemia.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 27 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/