Sábado, 25 Junho 2022

Chacina: bebê poupado por criminosos presenciou execução dos pais

Brasil + MundoASSASINATO

Chacina: bebê poupado por criminosos presenciou execução dos pais

Ao todo, cinco pessoas foram assassinadas na casa; além do bebê, uma pessoa ouviu os disparos e conseguiu se esconder debaixo de uma cama

A criança estava junto com os pais, Wellington Vieira de Andrade, de 21 anos e Jaine Shaiane Fernandes, de 27 anos, que foram assassinados na noite desta quinta-feira (16) - (Foto: Reprodução) 

Um bebê, de oito meses, que estava na casa onde uma chacina foi registrada em Irati, foi poupado pelos criminosos. A criança estava junto com os pais, Wellington Vieira de Andrade, de 21 anos e Jaine Shaiane Fernandes, de 27 anos, que foram assassinados na noite desta quinta-feira (16). Conforme o delegado responsável pelo caso, Paulo César, a criança presenciou o crime. Ao todo, cinco pessoas foram mortas no local.

Agora, o bebê ficou aos cuidados dos avós maternos e a família tenta entender tamanha brutalidade.

"Perdemos uma irmã e mais um cunhado. Saber que o meu sobrinho vai se criar sozinho, sem pai, sem mãe… tem a vó para cuidar, o vô, mas não tem o pai e a mãe, sem o amor de pai e mãe para dar. Acho que por rixa do meu cunhado, ou da 'piazada' que estava junto com ele, se algum devia, não sei. Acabaram fazendo até com a minha irmã para não ficar testemunha. Morreu de graça, com o neném no colo ainda, recém-nascido, oito meses. Acabou com a vida de todos nós quem fez isso", desabafou o irmão de Jaine.

O pai e a madrasta de Wellington também estavam abalados e contaram que o rapaz estava em Irati há seis anos e era muito feliz na cidade, trabalhava e cuidava da família. Eles ainda disseram que não sabem a motivação para a chacina e só esperam por Justiça. 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/