segunda-feira, 24 junho 2024
PESQUISA IBGE

Desemprego cai para 8% no segundo trimestre

Dados divulgados pelo IBGE apontam menor taxa para o período desde 2014
Por
Nayara Lourenço
Foto: Agência Brasil

A taxa de desemprego no Brasil caiu para 8% no segundo trimestre, de acordo com a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), nesta sexta-feira (28). É a menor taxa para o mesmo período desde 2014.

Em relação ao trimestre de janeiro a março de 2023, houve uma redução de 0,8% (8,8%). Se comparado ao segundo trimestre de 2022, a queda representa 1,3% (9,3%).

Ao todo, o número de desempregados caiu para 8,6 milhões, entre abril e junho, ou seja, 785 mil desocupados a menos, em relação ao último trimestre do ano passado. Já em comparação ao mesmo período de 2022, a queda é de 14,2%, ou 1,4 milhões de pessoas.

Confira os principais destaques da pesquisa:

  • Taxa de desocupação: 8%
  • População desocupada: 8,6 milhões de pessoas
  • População ocupada: 98,9 milhões
  • Nível de ocupação: 56,6%
  • População fora da força de trabalho: 67,1 milhões
  • População desalentada: 3,7 milhões
  • Empregados com carteira assinada: 36,8 milhões
  • Empregados sem carteira assinada: 13,1 milhões
  • Trabalhadores por conta própria: 25,2 milhões
  • Trabalhadores domésticos: 5,8 milhões
  • Taxa de informalidade: 39,2%
    Sobre a PNAD Contínua
    A Pnad Contínua é o principal instrumento para monitoramento da força de trabalho no Brasil, além de outras informações importantes para o estudo do desenvolvimento socioeconômico do país. A amostra da pesquisa por trimestre corresponde a 211 mil domicílios pesquisados.
Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também