Terça, 26 Outubro 2021

Doria anuncia fim da vacinação de adultos de SP com 1ª dose até dia 16 de agosto; adolescentes começam dia 18

Doria anuncia fim da vacinação de adultos de SP com 1ª dose até dia 16 de agosto; adolescentes começam dia 18

O estado de São Paulo já vacinou 75% de sua população adulta. Já foram aplicadas 34,9 milhões de doses dos imunizantes

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (28) que a vacinação de adultos no estado de São Paulo com a primeira dose da vacina contra o coronavírus será finalizada até dia 16 de agosto.

O governador também anunciou o início da vacinação de adolescentes no dia 18.

Doria voltou antecipar o calendário de vacinação em São Paulo. Antes, a imunização dos maiores de 18 anos com a primeira dose, prevista para acabar no dia 20 de agosto.

"O dia da esperança, que era o dia 20, agora estamos antecipando para o dia 16 de agosto a imunização de todos os adultos com mais de 18 anos no nosso estado", disse Doria, falando em "senso de urgência".

Os adolescentes começarão pelo público com comorbidades. Antes, a vacinação estava prevista para o dia 23 de agosto.

O governador disse que a antecipação foi possível porque o estado comprou 4 milhões de doses da Coronavac, que já chegaram e foram distribuídas.

O estado de São Paulo já vacinou 75% de sua população adulta. Já foram aplicadas 34,9 milhões de doses dos imunizantes.

Do total, 25,3 milhões correspondem a primeira dose das vacinas Coronavac, Pfizer e Oxford/AstraZeneca, 8,3 milhões à segunda dose destes imunizantes e 1 milhão à Janssen, que exige apenas uma dose.

A vacina mais aplicada no estado é a de Oxford/AstraZeneca (15,4 milhões), seguida da Coronavac (14,3 milhões), da Pfizer (3,8 milhões) e da Janssen (um milhão).

Doria também anunciou o aumento do horário de funcionamento a partir de 1º de agosto, hoje às 23h, será estendido até a meia noite. A capacidade de ocupação passará dos atuais 60% para 80%.

As medidas valerão de 1º até 16 de agosto.

A partir do início do próximo mês, também não haverá mais toque de restrição na madrugada.

A partir de 17 de agosto, com adultos vacinados, Doria anunciou que não haverá mais limites de ocupação ou de horário.

Doria disse que a vida está voltando ao normal, mas pediu para a população continuar se prevenindo ao usar máscaras e álcool em gel.

De acordo com o governo, há uma melhora expressiva relacionada ao processo de vacinação. Na última semana, a redução foi de 20,6% nos casos; 18,3% nas internações; e 9,6% nas mortes.

A ocupação dos leitos de UTI voltados a coronavírus tem uma taxa de 54%.

ACOLHIMENTO NO METRÔ

O governo também anunciou o início de um programa chamado Noites Solidárias, voltado à população em situação de rua.

O programa incluirá acolhimento emergencial para 400 pessoas na estação do metrô Pedro II (linha vermelha, próximo à praça da Sé).

A ação vai oferecer abrigo para essa população, principalmente na capital paulista. Segundo Doria, haverá acolhimento das 20h às 8h, com garantia de agasalho e alimentação.

O vigário do Povo de Rua de São Paulo, padre Julio Lancellotti, disse que membros do grupo atuarão também nesse espaço emergencial de acolhida. O padre citou a abertura inédita do metrô, e também afirmou que a Casa de Oração do Povo da Rua também estará aberta, além de equipes de pastoral circulando pela cidade com alimentação e agasalhos.

"Cada um leve quando sair de casa um pequeno kit de sobrevivência, um par de meia, um agasalho, uma bebida quente. E se você encontrar uma pessoa em situação de rua no teu caminho, vai até ele, expresse o seu carinho, a sua atenção", pediu o padre.

O governador disse que houve a criação de 3 mil vagas, além do recebimento de 83 mil cobertores térmicos doados pela iniciativa privada. "Não são cobertores baratos nem usados", disse Doria.

Além disso, segundo o governador, setores do comércio doaram 23 mil agasalhos.

Ricardo Nunes, prefeito de SP, disse que estão montadas cinco tendas para a população em situação de rua na capital.

"Faremos a distribuição de cinco mil pratos de sopa por noite. Não está escrito aí mas também terá chocolate quente. Agasalhos e cobertores e os kits de higiene. E também terá o atendimento médico, com a visita das equipes de consultório de rua", disse Nunes.

VEJA CALENDÁRIO

Até dia 29 - 30 a 34 anos

30 até 4 de agosto - 28 e 29 anos

5 a 9 de agosto - 25 a 27 anos

10 a 16 de agosto - 18 a 24 anos

18 a 29 de agosto - adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, deficiências, gestantes e puérperas

30 de agosto a 5 de setembro - 15 a 17 anos

6 a 12 de setembro - 12 a 14 anos

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 26 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/