Sábado, 13 Agosto 2022

"Em duas semanas, dei à luz um filho e perdi outro", lamenta mãe

Brasil + MundoVIDA E MORTE

"Em duas semanas, dei à luz um filho e perdi outro", lamenta mãe

Rezava para que ele não morresse enquanto eu estava em trabalho de parto", lembra mãe, em um depoimento emocionante 

Saqib conhecendo seu irmão caçula, poucos dias antes de morrer de câncer  (Foto: Reprodução)

Com 32 semanas de gravidez, a muçulmana Fauzia Ashraf, 32, que mora na Inglaterra, estava ansiosa para completar sua família com o marido Mohsin Ahmed. 

O casal, que já tinha Aqib, 7 anos, e Saqib, então com 4 anos, estava prestes a dar as boas-vindas ao terceiro filho, Atif, agora com 8 meses, quando recebeu uma notícia desvatadora. Saqib foi diagnosticado com câncer cerebral, e seu tumor foi tão devastador, ao ponto que o menino morreu 10 semanas após o primeiro sintoma e duas semanas depois de completar 5 anos. 

A mãe havia dado à luz apenas treze dias antes.

Apenas 10 semanas

Este foi o tempo entre o primeiro sintoma e a morte do "menino doce e gentil", como define a família. 

Saqib foi diagnosticado com um tumor cerebral raro e, infelizmente, morreu.

A mãe, Fauzia, disse que ficou aterrorizada quando entrou em trabalho de parto sabendo que Saqib estava morrendo em outro hospital, sem ela estar lá. 

"Quando dei à luz a meu bebê, meu maior medo era ter que deixar meu filho de 5 anos na enfermaria de câncer infantil e ele morrer sem sua mãe ao seu lado", disse ela, que atua como professora de história na Grande Manchester, Inglaterra. 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/