Domingo, 26 Junho 2022

Filho de desembargador é morto à facadas por idoso (vídeo)

Brasil + MundoBRIGA

Filho de desembargador é morto à facadas por idoso (vídeo)

No vídeo é possível ver quando o idoso abre a porta com uma faca na mão. Ele é atingido pelo spray de pimenta e, pouco depois, esfaqueia o jovem

Júlio, de 28 anos, incomodou-se com o barulho que o vizinho, de 67 anos, estava fazendo (Foto: Reprodução)

Júlio César Lorens Júnior morreu na noite de quinta-feira (19), no Hospital de Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte. Ele foi esfaqueado durante uma briga com um vizinho no bairro Santo Antônio, região nobre da cidade.

Segundo informações do boletim de ocorrência, Júlio, de 28 anos, incomodou-se com o barulho que o vizinho, de 67 anos, estava fazendo, e foi até o apartamento do idoso.

Pelo vídeo registrado por câmeras de segurança, é possível ver quando o idoso abre a porta com uma faca na mão. Ele é atingido pelo spray de pimenta e, pouco depois, esfaqueia o jovem. O golpe acertou a região do tórax.

O idoso disse aos policiais que, antes de abrir a porta, viu o vizinho com um objeto na mão pelo olho mágico e que esfaqueou o jovem para se defender. Ele afirmou que os dois tinham "desavenças anteriores".

De acordo com a Polícia Civil, o homem de 67 anos foi preso em flagrante e encaminhado ao sistema prisional. A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) disse que Luiz de Matos Pinto deu entrada nesta sexta-feira (20) no Centro de Remanejamento Provisório (Ceresp) Gameleira, em Belo Horizonte.

A polícia disse ainda que a 1ª Delegacia de Polícia Civil vai investigar "o evento inicial, a causa e circunstâncias da discussão entre os envolvidos na ocorrência", inclusive para apurar a versão do spray de pimenta.

A investigação deslocou a perícia ao local dos fatos para identificar e coletar vestígios. A faca do crime foi recolhida e será submetida a exames".

Ainda, segundo a polícia, com a morte da vítima, confirmada após o flagrante, a investigação do homicídio ficará a cargo do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Júlio é filho do desembargador Júlio César Lorens. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) divulgou nota de pesar nesta noite.

"Em nome do Poder Judiciário, o presidente Gilson Lemes expressa solidariedade e condolências pela irreparável perda a familiares e amigos. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento", disse a nota.

Com informações G1.

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/