quarta-feira, 24 abril 2024

Gripe aviária: Brasil decreta emergência zoossanitária

Foto: Divulgação

O Ministério da Agricultura e Pecuária declarou estado de emergência zoossanitária devido aos casos de gripe aviária encontrados em aves silvestres. O ministro Carlos Fávaro assinou a portaria, que foi publicada no Diário Oficial da União nessa segunda-feira (22), com validade de 180 dias.

Segundo a pasta, a medida pretende evitar que a doença alcance a produção de aves de subsistência e comercial, além de preservar a saúde humana e a fauna. Ainda conforme o ministério, a declaração do estado de emergência zoossanitária facilita mobilização de verbas da União, a articulação com outros ministérios, organizações governamentais nas três instâncias e não governamentais.

Também nesta segunda-feira (22), a Secretaria de Defesa Agropecuária iniciou um Centro de Operações de Emergência para coordenação, planejamento, avaliação e controle das ações referente à gripe aviária.

Casos
O Laboratório Federal de Defesa Agropecuária de São Paulo confirmou três novos casos positivos para a influenza aviária (H5N1) no Espírito Santo. A investigação ocorria desde a última semana.

Até o momento, são oito casos confirmados em aves no país: sete no Espírito Santo, nos municípios de Marataízes, Cariacica, Vitória, Nova Venécia, Linhares e Itapemirim; e um no estado do Rio de Janeiro, em São João da Barra.
Recomendações

O Ministério da Agricultura e Pecuária orienta que a população não recolha aves que encontrar doentes ou mortas e acione o serviço veterinário mais próximo, para evitar que a doença se espalhe.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também