Domingo, 17 Outubro 2021

Homem é preso em flagrante em caso de racismo na fila da vacina no Rio Grande do Sul

Brasil + MundoRacismo

Homem é preso em flagrante em caso de racismo na fila da vacina no Rio Grande do Sul

Segundo a delegada, uma testemunha relatou em depoimento que ouviu o homem dizer que não gosta de negro e que negro atrapalha

O homem, que é natural de Bagé e tem passagem pela polícia, foi encaminhado para o Presídio Regional de Pelotas ( Foto: Divulgação/ Governo RS)

Um homem foi preso em flagrante em um caso de racismo na fila da vacina em Pelotas, no Rio Grande do Sul, nesta sexta (9). A vítima é uma voluntária da imunização.

A delegada responsável pelo caso, Cristiane Ulguim, diz que a profissional verificou que o suspeito não tinha todos os documentos necessários para receber a dose e chamou a equipe, que aprovou a vacinação.

Segundo a delegada, uma testemunha relatou em depoimento que ouviu o homem dizer que não gosta de negro e que negro atrapalha.

"Foi além da injúria. Foi um crime de racismo. A pessoa que foi presa, no momento em que diz isso, ofende toda a coletividade negra. Abrange muito mais do que a mulher negra que estava ali", diz Ulguim.

O homem, que é natural de Bagé e tem passagem pela polícia, foi encaminhado para o Presídio Regional de Pelotas, segundo as informações da delegacia. O crime de racismo não prevê pagamento de fiança.

Procurada pela reportagem, a prefeitura diz que a Secretaria Municipal de Saúde "confirma a ocorrência de um ato de desrespeito a uma voluntária do drive-thru de vacinação" e afirma que está prestando apoio à profissional.

A reportagem não conseguiu contato com o acusado, que não teve o nome divulgado. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/