Segunda, 27 Junho 2022

Marinho critica Guedes, que chama colega de ‘desleal e despreparado’

Marinho critica Guedes, que chama colega de ‘desleal e despreparado’

Um encontro do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, nesta sexta-feira (2), com analistas e economistas, repercutiu no mercado por ca

Um encontro do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, nesta sexta-feira (2), com analistas e economistas, repercutiu no mercado por causa de seu conteúdo contundente contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, e a favor do Renda Cidadã.

Segundo relatos, Marinho criticou Guedes ao dizer que ele é um grande vendedor, muito bom na macroeconomia, mas fraco em questões microeconômicas, listando as áreas tributária, previdenciária e a contabilidade pública.

Em relação à versão divulgada por parte da imprensa de que o uso de recursos da educação e de precatórios para financiar o novo programa seria uma ideia de Marinho, o ministro do Desenvolvimento Regional disse aos investidores que a proposta foi de Guedes, e que tem testemunhas disso.

O evento foi promovido pela Ativa Investimentos. Segundo a assessoria da corretora, a conversa foi fechada, voltada a clientes, e não foi divulgada.

No encontro, ainda segundo relatos, Marinho disse que o programa Renda Cidadã, possível substituto do Bolsa Família, vai sair, resta saber se será da melhor maneira ou da pior - o que foi interpretado como uma disposição do governo de violar a regra do teto de gastos.

Ao tomar conhecimentos dos comentários, Guedes rebateu as críticas, chamando o colega de "despreparado, desleal e fura-teto".

A assessoria do ministro Marinho divulgou nota negando que ele tenha desqualificado "agentes públicos" ou propostas já apresentadas.

No entanto, em meio a troca de farpas dos ministros, a equipe de analistas políticos da XP Investimentos divulgou nota aos clientes confirmando as declarações de Marinho.

Nessa nota, afirma que fontes do governo relataram à corretora que Bolsonaro concordou com a fala de Marinho de que o Renda Cidadã sairá de qualquer forma, mesmo que signifique uma flexibilização do teto.

A desavença no alto escalão do governo e o aumento na percepção de risco fiscal repercutiu nos indicadores financeiros. A Bolsa, que já vinha mal influenciada pelo cenário externo pessimista, acentuou a queda e fechou com retração de 1,5%.

Guedes reagiu ao ser perguntado sobre o tema, na tarde desta sexta. "Eu não acredito que ele tenha falado mal de mim. Se ele está falando mal, tem três coisas. É despreparado, é desleal e é um fura-teto. Está confirmando que é fura-teto. Então espero que não tenha falado nada de mal", disse.

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/