terça-feira, 25 junho 2024
SEIS VEZES

Parto de sêxtuplos em Colatina aconteceu neste domingo (1º)

Caso ficou famoso nas redes sociais e contou com força tarefa de mais de 30 profissionais durante a cesariana
Por
Ana Flávia Defavari
Foto: Reprodução | Redes Sociais @maedesextuplosoficial

Internada no São Bernardo Apart Hospital em Colatina, Espírito Santo, desde 5 de setembro, Quezia Romualdo, de 29 anos, deu à luz neste domingo (1º) a sêxtuplos. Segundo médicos foram apenas 10 minutos da chegada da primeira criança até a sexta.

Com a gravidez descoberta em abril deste ano, a informação de seis crianças foi uma surpresa para todos da família especialmente a Quezia e Magdiel visto que foi uma gravidez natural e não fruto de inseminação. Ela e o marido tiveram que recorrer a vaquinhas e doações para uma grande reforma na casa e enxoval dos pequenos.

Monitorada no hospital desde as 23 semanas para que fosse identificado o melhor momento para a cesariana, Quezia passou por uma cirurgia no começo de setembro chamada de Cerclagem Uterina, uma espécie de “ponto” para manter o colo uterino fechado para que a gravidez dure mais algumas semanas, tal procedimento foi necessário já que por carregar seis crianças o esforço ao corpo era muito maior do que de uma gravidez normal o que levou a um afinamento do colo do útero e um possível parto mais prematuro do que o esperado.

Ao completar 27 semanas de gestação no sábado (30) Quezia começou a passar mal, no domingo (1) Quezia foi levada ao centro cirúrgico, às 17h para o início do parto que contou com uma equipe formada por 32 profissionais entre médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem, anestesistas e pediatras.

De acordo com informações do hospital o parto foi rápido e sem complicações, em que entre o nascimento da primeira criança até o nascimento da sexta levaram 10 minutos.

Théo, Matteo, Lucca, Henry, Maytê e Eloá nasceram às 17h10 e foram levados diretamente a UTI Neonatal por serem considerados muito prematuros e devem ficar na unidade por cerca de 3 meses ou até atingirem as metas de recém nascidos e estarem saudáveis.

Quezia passou a noite em observação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade e na tarde desta segunda-feira (2) deve ser liberada para o quarto de enfermaria e ter alta médica e ir para casa na quarta-feira (4).

Nesta segunda-feira(2) durante a parte da manhã os pais fizeram a primeira visita aos seis bebês na UTIN e às 11h o Hospital fez uma coletiva de imprensa para divulgar o estado de saúde das crianças.

Os dois já têm uma filha pequena, Heloíza, de 4 anos.

Foto: Reprodução | Redes Sociais @maedesextuplosoficial
Foto: Reprodução | Redes Sociais @maedesextuplosoficial
Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também