Quinta, 29 Julho 2021

Quem perdeu a data pode se vacinar a qualquer tempo em São Paulo

Brasil + MundoVacinação

Quem perdeu a data pode se vacinar a qualquer tempo em São Paulo

É recomendado pela prefeitura que as datas sejam respeitadas, para evitar aglomerações

(Foto: Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste/ Divulgação)
A Prefeitura de São Paulo iniciou o escalonamento de vacinação contra a Covid-19 para pessoas acima de 50 anos nesta semana. Mas isso não impede que aquelas que não puderam se vacinar na data determinada sejam imunizadas em outro dia.

Na segunda (14) e na terça (15), foram vacinadas as pessoas com 56 e 57 anos. Nesta quarta, será a vez de quem tem 58 e 59. Porém, se quem iria se vacinar no primeiro grupo da semana não pôde ir a um dos postos na data, poderá ir hoje, por exemplo. Isso já ocorre com outras faixas etárias que começaram a ser imunizadas no início da campanha, de acordo com a gestão municipal.

De acordo com a prefeitura, o escalonamento foi feito para evitar filas, e por isso pede que a data seja respeitada.

"O escalonamento facilita para não termos aglomerações", afirmou Edson Aparecido, secretário municipal da Saúde. "Fizemos essa divisão e vamos fazer ao longo de todo o processo de vacinação anunciado pelo governo do estado até o dia 15 de setembro, quando a gente completa a vacinação das pessoas acima dos 18 anos", completou.

Segunda (21) e terça (22) da próxima semana será feita uma "repescagem", segundo a prefeitura, para imunizar as pessoas entre 50 e 59 anos que não compareceram aos postos nesta semana.

A expectativa da prefeitura é que esse grupo entre 50 e 59 anos atinja cerca de 1,4 milhão de pessoas na capital paulista.

As pessoas que forem se vacinar devem levar um documento de identificação e, se tiverem, o cartão do SUS. Na capital paulista, também é necessário apresentar um comprovante de residência. A secretaria também pede que seja feito o cadastro no site VacinaJá!. Não é obrigatório esse cadastro, mas agiliza o processo no momento da imunização.

Para quem for tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19, os imunizantes disponíveis, segundo a prefeitura, são da AstraZeneca e da Pfizer. O Coronavac será aplicada para a segunda dose do imunizante fabricado pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

FILÔMETRO

Para evitar filas, também foi criado um "Filômetro", que indica a situação da fila nos locais de imunização. Para acessar o serviço, basta entrar no site De Olho na Fila (https://deolhonafila.prefeitura.sp.gov.br/) e escolher entre posto volante (montado em farmácias, igrejas e supermercados); drive-thru (quando a pessoa é vacina sem precisar sair do carro); megaposto (locais onde a pessoa pode ir à pé); e ainda uma das cinco diretorias regionais de saúde (centro, norte, leste, oeste e sul).

No caso das diretorias regionais de saúde, é necessário escolher uma delas e clicar no distrito para ver os pontos de vacinação disponíveis, em sua maioria, UBS.

Ao clicar no ponto desejado, serão fornecidas informações como o nome do posto, que tipo ele é (megaposto, UBS ou drive-thru), endereço, situação e a última atualização.

Calendário da vacinação na capital paulista

58 e 59 anos
14 e 15 de junho

56 e 57 anos
16 de junho

54 e 55 anos
17 de junho (quinta-feira)

52 e 53 anos
18 de junho (sexta-feira)

50 e 51 anos
19 de junho (sábado)

Projeção para os próximos grupos
Faixa etária - Início
43 a 49 anos - 23/6
40 a 42 anos - 30/6
Projeção de demais faixas etárias - Datas
35 a 39 anos - 15/7 a 29/7
30 a 34 anos - 30/7 a 15/8
25 a 29 anos - 16/8 a 31/8

18 a 24 anos - 1º/9 a 15/9 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 29 Julho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/