Domingo, 24 Outubro 2021

Rússia espera registro da ‘Sputnik V’ no Brasil em dezembro e produção em janeiro

Rússia espera registro da ‘Sputnik V’ no Brasil em dezembro e produção em janeiro

O diretor do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF, na sigla em inglês) Kirill Dmitriev espera que o registro da vacina russa contra a Covid-19 - c
O diretor do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF, na sigla em inglês) Kirill Dmitriev espera que o registro da vacina russa contra a Covid-19 - chamada "Sputnik V", desenvolvida pelo Instituto Gamaleya e em fase 3 de ensaios clínicos - seja apresentado em dezembro no Brasil.

A vacina russa deve ser produzida no País em parceria com a farmacêutica União Química. O governo da Bahia já realizou a compra de 50 milhões de doses, a serem entregues diretamente do instituto russo.

O governo do Paraná também firmou acordo para produção da vacina, que inclui transferência de tecnologia. Ainda não há informações se o governo federal irá firmar um acordo com a Rússia para disponibilizar a vacina no SUS.

Além do Brasil, a Rússia pretende firmar acordos com outros países na América Latina para produzir doses da Sputnik V, dentre eles a Argentina, o Uruguai, Peru e México.

Dmitriev divulgou ainda informações inéditas sobre o total de doses a serem produzidas até o final do ano. O RDIF espera produzir 1,2 bilhão de doses, sendo 230 milhões somente para a América Latina.

Se o cronograma correr como o esperado, a partir de janeiro devem ser enviadas as primeiras remessas de vacinas para os países na América Latina.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 24 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/