Domingo, 26 Junho 2022

Sully, cachorro de George Bush, deita ao lado do caixão em velório

Sully, cachorro de George Bush, deita ao lado do caixão em velório

O labrador que acompanhou o ex-presidente George H.W. Bush nos últimos meses foi fotografado deitado ao lado do seu caixão no domingo (2). “Bush pai”,
O labrador que acompanhou o ex-presidente George H.W. Bush nos últimos meses foi fotografado deitado ao lado do seu caixão no domingo (2). “Bush pai”, como ficou conhecido após a eleição do filho para presidência americana, morreu no sábado, aos 94 anos.

A foto de Sully publicada pelo assessor do ex-presidente Jim McGrath com a legenda “Missão Completa” comoveu internautas. Ele deve acompanhar o enterro do ex-presidente em Washington, já que será levado pela família Bush para dar o último adeus.

Segundo informações, Sully é um cachorro de dois anos altamente treinado que pode obedecer a vários comandos como atender o telefone, buscar itens, abrir e fechar portas.

Bush “pai” sofria de vários problemas de saúde, incluindo um tipo de Mal de Parkinson que obrigava a utilizar uma cadeira de rodas para se locomover. O cão foi morar com ele depois da morte da ex-primeira-dama, Bárbara Bush morreu, em abril deste ano.

Sully recebeu esse nome em homenagem ao ex-piloto de aviação Chesley B. "Sully" Sullenberger III, que ficou famoso por pousar um avião de passageiros danificado no rio Hudson e salvar todos os 155 passageiros e tripulantes, em 2009.

A menos de um mês, em novembro, o cão acompanhou o ex-presidente quando ele foi votar nas eleições legislativas e era companhia quando ele recebia visitas, como a do ex-presidente Bill Clinton.

[caption id="attachment_9487" align="alignnone" width="300"] Sully acompanhou a visita do ex-presidente Bill Clinton a George Bush Foto: Reprodução/Twitter

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/