Quarta, 25 Mai 2022

Temer defende reforma e diz que Lula 'quer volta do imposto sindical'

Brasil + MundoREFORMA TRABALHISTA

Temer defende reforma e diz que Lula 'quer volta do imposto sindical'

O ex-presidente Michel Temer (MDB) criticou nesta sexta (13) declaração em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que a reforma trabalhista foi feita por pessoas com "mentalidade escravocrata"

Temer prestando solidariedade à Lula no dia da morte de sua esposa Marisa (Foto: Divulgação/Ricardo Stuckert / Instituto Lula)

"A única intenção do ex-presidente Lula, certa e seguramente, é restabelecer o imposto sindical. Sendo assim, que o diga expressamente e não faça acusações a quem não retirou nenhum direito dos trabalhadores. Nossa reforma trabalhista acrescentou direitos aos trabalhadores brasileiros", afirmou Temer, em entrevista ao jornal Estadão.

Temer mencionou algumas das mudanças aprovadas, como a possibilidade de férias parceladas, o registro formal do trabalho intermitente, o banco de horas e o home office.

"Existiam perto de 17 mil sindicatos no Brasil, enquanto nos Estados Unidos são 130, na Alemanha 8 e na Argentina 91. Os sindicatos são importantes, não há a menor dúvida. Mas eles se tornam mais importantes, mais significativos, com a colaboração espontânea dos trabalhadores", afirmou.

Se eleito, Lula promete revogar parte da reforma, aprovada em 2018, durante o governo Temer.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 25 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/