Sexta, 19 Agosto 2022

Vídeo de menino que pede para morrer após bullying gera comoção mundial

Vídeo de menino que pede para morrer após bullying gera comoção mundial

Um vídeo mostrando a profunda angústia de um menino australiano de 9 anos – que chora e pede para morrer após ser alvo de bullying na escola – está ge
Um vídeo mostrando a profunda angústia de um menino australiano de 9 anos – que chora e pede para morrer após ser alvo de bullying na escola – está gerando uma onda de comoção mundial nas redes sociais nos últimos dias.

Nas imagens, de quase 7 minutos (veja abaixo), Quaden Bayles, que nasceu com nanismo, se desespera dentro de um carro ao sair da escola, enquanto é filmado por sua mãe, Yarraka Bayles. “Neste momento, eu queria esfaquear meu coração”, desabafa o menino, que em outro momento pede corda para se enforcar.

Ele tem acondroplasia, um tipo de nanismo, e de forma recorrente é alvo de bullying na escola, na cidade de Brisbane. Os dois são de origem aborígene e o garoto já tentou tirar a própria vida antes, segundo a mãe, que gravou o vídeo como uma espécie de desabafo.

“Eu quero que as pessoas saibam – pais, educadores, professores – que este é o efeito que o bullying tem. É isto que o bullying faz. E vocês se perguntam por que as crianças estão se matando. Então, por favor, eduquem seus filhos, suas famílias, seus amigos", narra a mãe, enquanto o filho chora.
APOIO GLOBAL
O vídeo, que segundo a BBC inglesa já foi visto mais de 14 milhões de vezes desde terça-feira, gerou uma série de mensagens de apoio nas redes sociais, de gente famosa e anônima, com a hashtag #WeStandWithQuaden (nós estamos com Quade). A hashtag #StopBullying estava entre as mais citadas no Twitter nesta sexta-feira (21), enquanto milhares de usuários postam suas próprias experiências com bullying e pedem para Quaden "aguentar firme".

Celebridades como o ator Hugh Jackman (que interpretou Wolverine no cinema) se pronunciaram, enquanto pais de outros países compartilharam mensagens de vídeo de seus filhos, com mensagens de solidariedade. Jackman disse a Quaden: "Você é mais forte do que imagina, companheiro e pediu a todos que "sejam gentis".

O comediante americano Brad Williams, que tem o mesmo tipo de nanismo de Quaden, afirmou que arrecadou mais de US$ 130 mil em menos de um dia para levar a família para a Disney. "Isso não é apenas para Quaden, é para quem sofreu bullying na vida e ouviu que não era bom o suficiente", escreveu ele na página de arrecadação de fundos. “Vamos mostrar a Quaden e aos demais que há coisas boas no mundo e que eles são dignas delas".

Eric Trump, filho do presidente dos EUA, descreveu o video como "absolutamente comovente". Enquanto isso, o astro do basquete Enes Kanter tuitou: "O mundo está com você", e convidou a família para um jogo da NBA, liga de basquete americana.

As equipes esportivas da Austrália também demonstraram seu apoio a Quaden. O time da liga de rúgbi indígena convidou o menino a liderar a equipe em uma partida neste fim de semana.

 
Com informações do UOL
VEJA O VÍDEO DO CHORO DO MENINO
[video width="360" height="640" mp4="https://tododia.com.br/wp-content/uploads/2020/02/Yarraka-Bayles_SD.mp4"][/video]

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/