sábado, 20 julho 2024
LUTO NO PICADEIRO

Wanderley Tribeck, o primeiro Bozo Brasileiro, morre aos 73 Anos

O artista, que nos ensinou que “o melhor é sempre rir”, sofreu um infarto enquanto estava em casa
Por
Redação
foto: Erasmo de Souza / SBT

Na noite de ontem, 18, o Brasil perdeu um ícone do entretenimento. Wanderley Tribeck, conhecido como o primeiro Bozo brasileiro, faleceu aos 73 anos devido a um infarto. O artista, que nos ensinou que “o melhor é sempre rir”, deixou uma marca indelével na cultura popular.

Wanderley Tribeck, um verdadeiro artista nato com veia circense, criou o adorado palhaço Wandeko Pipoka na década de 70. Ele se apresentou em diversos circos pelo Brasil e participou de programas de TV, incluindo o famoso Show de Calouros. Foi lá que ele chamou a atenção de Valentino Guzzo, que o indicou para um teste promovido por Silvio Santos e Larry Harmon, detentor dos direitos do palhaço Bozo. Com seu talento e desenvoltura, Wanderley foi escolhido para ser o primeiro Bozo brasileiro.

Em 1980, Wanderley estreou seu programa na TVS, conquistando rapidamente o coração do público. O palhaço Bozo se tornou o “maior amigo da garotada”, lançando brinquedos e produtos infanto-juvenis ainda no mesmo ano. Com esquetes humorísticas e brincadeiras com o auditório, o programa de 30 minutos logo alcançou a liderança de audiência.

Além disso, Wanderley comandou o dominical “Silvio Santos e Bozo”, uma atração infantil que cativou o público. Seu sucesso lhe rendeu o Troféu Imprensa de melhor programa infantil em 1980 e 1981.

Após deixar o SBT em 1982, Wanderley continuou sua carreira nas TVs Record e Gazeta, mantendo viva a memória de seu querido personagem, Wandeko Pipoka. Sua contribuição para o mundo do entretenimento jamais será esquecida.

O SBT manifestou-se através de nota oficial:

“Toda a diretoria do Sistema Brasileiro de Televisão vem a público agradecer Wanderley pelo pioneirisimo do início do SBT, construindo e pavimentando uma estrada de muito sucesso na história da emissora, que marca gerações e gerações com seus programas infantis. Pedimos que Deus conforte os corações de sua esposa, seu filho e netos. Estamos certos que ninguém jamais se esquecerá do primeiro intérprete do tão amado palhaço Bozo.”

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também