PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em SP

Aeronave caiu com o jornalista e o piloto por volta de 12h e ainda bateu em um caminhão antes de explodir no solo; o motorista da carreta ficou ferido

O jornalista Ricardo Boechat, 66,  morreu na queda de um helicóptero, Bell PT HPG, por volta do meio-dia, nesta segunda-feira (11), no acesso a Via Anhanguera, Km7 do Acesso a Rod Anhanguera, Km-7 do Rodoanel, em São Paulo, próximo do pedágio, sentido Castelo Branco.

PUBLICIDADE

Segundo o Corpo de Bombeiros, o jornalista e piloto foram carbonizados na explosão. A informação foi confirmada pela TV Bandeirantes, pouco depois do acidente.

Há pouco, em pronunciamento, ao vivo pela Bandeirantes, o jornalista José Luiz Datena deu a notícia oficial da morte.  “É com profundo pezar que cabe a mim informar que o jornalista Ricardo Boechat, pai de família, companheiro, o maior âncora do jornalismo da TV brasileira, morreu hoje em um acidente de helicóptero no Rodoanel em São Paulo”.

PUBLICIDADE

Segundo o apresentador Boechat voltava de Campinas, onde deu uma palestra para funcionários da Indústria Farmacêutica Libbs, no The Royal Palm Plaza, a 99 km de São Paulo, e ia em direção ao heliponto da emissora. “Jamais pensei que eu iria dar essa informação. É um momento muito triste para o jornalismo brasileiro, para a família Band”, disse, emocionado.

Ricardo Boechat tem passagens por diversos jornais como O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Atualmente, era âncora de dois programas: um na rádio BandNews FM e outro na TV. O jornalista já ganhou três prêmios Esso.

PUBLICIDADE

Horas antes do acidente, Boechat comentou no programa Café com Jornal as grandes tragédias que acontecem no Brasil e, em sua grande maioria, “ficam livres de punição”.

ACIDENTE

A aeronave em que estava o jornalista, antes de cair na pista e explodir, bateu em um caminhão, que teve a frente destruída. O motorista ficou ferido. Ele foi socorrido por viaturas da Concessionária – CCR. Não há informações sobre seu estado de saúde. Boechat e o piloto morreram na hora.

De acordo com o Bombeiros, 13 viaturas e mais um helicóptero Águia participaram do combate às chamas. O fogo foi extinto por volta de 13 horas. Mais informações pelas nossas redes sociais e pelo site www.jornaltododia.com.br

 

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This