PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Noruega sobe quase 60% o valor de ajuda ao Brasil para combater desmate

No ano passado, o valor tinha sido reduzido quase à metade por conta dos dois anos sucessivos de aumento no desmate

A Noruega vai aumentar em quase 60% a doação de dinheiro para o Brasil após a queda no desmatamento registrada entre 2016 e 2017.

PUBLICIDADE

No ano passado, o valor tinha sido reduzido quase à metade por conta dos dois anos sucessivos de aumento no desmate.
O país nórdico doará ao Fundo Amazônia US$ 70 milhões (cerca de R$ 266 milhões ou 600 milhões de coroas norueguesas). Em 2017 o valor recebido pelo governo brasileiro foi de US$ 41,8 milhões (R$ 159 milhões), segundo o Ministério do Meio Ambiente.

O ministro norueguês do Clima e Ambiente, Ola Elvestuen, afirma que o Brasil tem atingido resultados muito bons no combate ao desmatamento durante a última década -evitando a emissão de mais de 4,5 bilhões de toneladas de CO2.
“Mesmo com a situação econômica difícil, é encorajador ver que o Brasil conseguiu reduzir o desmatamento na Amazônia”, diz Elvestuen, em nota.

PUBLICIDADE

O Fundo Amazônia, administrado pelo BNDES, é destinado ao combate ao desmate e ao desenvolvimento sustentável. O valor doado varia de acordo com as taxas de desmatamento da floresta amazônica. O fundo também recebe dinheiro da Alemanha e da Petrobras, mas a maior parte é da Noruega.

No entanto, o governo norueguês já demonstra preocupação com as taxas de desmatamento do período entre 2017 e 2018. A devastação amazônica voltou a crescer e atingiu o maior patamar da última década, segundo dados do Prodes (Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite).

PUBLICIDADE

Entre agosto de 2017 e julho de 2018, foram derrubados 7.900 mil km² de floresta, um crescimento de 13,7% em relação ao período anterior. Os dados, porém, são preliminares.

O governo nórdico diz que as bases para o próximo pagamento só poderão ser confirmadas em 2019, e que continuará com as doações ao Fundo Amazônia até 2020, cumprindo os acordos pactuados entre os dois países.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This