segunda-feira, 4 março 2024
MUDAR O JOGO

A Feira Gamer Cristã propõe uma nova forma de se divertir

É possível jogar sem se perder
Por
Carla Mendrot
Foto: Lorenna Gasparotte / Rede TODODIA

A Feira Gamer Cristã promovida pela Igreja Batista Central de Nova Odessa aconteceu pela segunda vez neste sábado, 2.

Evento promovido por igreja evangélica reúne gamers de todas as idades e religiões com o mesmo intuito: entreter e compartilhar experiências dentro e fora do jogo.

Raul Camargo, pai do gamer Theo de 11 anos, destaca a importância de participar de feiras gamer para acompanhar os filhos e ajudá-los a usar os jogos de forma positiva. “A gente tem que ficar de olho no que eles estão fazendo e com quem estão jogando, mas participar e a dialogar sobre, também é importante”, enfatizou o pai que comentou ainda sobre o interesse do filho pela língua inglesa a partir dos jogos.

Um professor de história e também palestrante conseguiu levar os jogos para as salas de aula e assim entreter e ensinar os alunos fãs de game. “O descobrimento do Brasil, por exemplo, pode ser trabalhado com um jogo que compõe caravelas, tripulantes e outras cenas que fazem parte da história real”, sugeriu o professor Nerd.

Ao contrário do que todos pensam, Dirceu Jardim, organizador do evento, diz que é possível jogar em segurança e sem ofensas, e foi justamente essa ideia que fez Dirceu organizar e promover esse momento ao público.

“Meu filho começou a se interessar muito pelos jogos, então eu e minha esposa tratamos de entender esse universo e direcionar ele sobre o que pode, o que não pode, determinar regras para além do jogo e até mesmo jogar. Foi por isso que minha esposa se tornou a Mama Gamer e a minha cunhada a Tia Gamer. Para além do jogo conseguimos mostrar ao meu filho e aos demais jogadores que fazem parte do nosso grupo, que é possível ser jogador e cristão, é possível ser bom jogador, sem precisar mudar seus princípios.”

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também