Sábado, 28 Mai 2022

Acias vai sugerir medidas e abertura gradual do comércio em Sumaré

Acias vai sugerir medidas e abertura gradual do comércio em Sumaré

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) informou ontem (20) que vai solicitar a reabertura gradual do comércio à prefeitur

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) informou ontem (20) que vai solicitar a reabertura gradual do comércio à prefeitura, em Sumaré. 

A associação atende pedidos de seus associados após reunião com a diretoria. Recentemente, o prefeito Luiz Dalben (PPS) disse ser a favor da reabertura e que apresentaria ao Estado uma proposta de flexibilização. 

A associação pretende oficiar à Secretaria de Saúde para obter informações quanto à curva de contágio e sua projeção e fará uma apresentação com medidas para que o comércio possa retomar suas atividades. O documento será encaminhado à prefeitura e ao Ministério Público. 

Entre as medidas propostas pela Acias, estarão: uso obrigatório de máscaras nas ruas; entrada nas lojas apenas de pessoas com máscara; nas lojas só poderão permanecer uma pessoa para cada cinco metros quadrados; os estabelecimentos deverão disponibilizar álcool em gel e as áreas de toque deverão ser higienizadas a cada três horas; os comerciantes deverão informar, diariamente, o nome e o CPF dos consumidores para garantir a possibilidade de rastreamento, caso haja necessidade; salões de beleza só poderão atender um cliente por vez e com hora marcada; redução do horário de funcionamento; interrupção de trânsito em ruas do comércio para permitir a melhor organização de filas e trânsito de pessoas; restaurantes não poderão servir no sistema self-service. 

Segundo o presidente da Acias, Juarez Pereira da Silva, está em estudo a elaboração de um aplicativo para facilitar o controle e o monitoramento da entrada de consumidores nos estabelecimentos. A sugestão é que cada comerciante fique responsável pela coleta de dados de acesso. "Se alguém for considerado (caso) suspeito, será possível monitorar as pessoas com quem teve acesso", justificou. 

A Acias reforça que a intenção não é desrespeitar o governo do Estado mas propor algo diferente. 

"Depois de ouvir os associados, a diretoria se reuniu e avaliou todas as medidas de segurança que podem ser adotadas. Estamos finalizando um projeto detalhando todas estas medidas para entregar à prefeitura", afirma Silva. 


QUARENTENA 

A quarentena decretada pelo governador do Estado, João Doria (PSDB), vai até o dia 10 de maio. 

Americana e Santa Bárbara tiveram carreata no sábado (17) pedindo a reabertura do comércio. Em Hortolândia, o movimento foi barrado na sexta-feira (16), depois que a prefeitura entrou na Justiça e conseguiu decisão favorável. 

Todos os prefeitos da região (Americana, Hortolândia, Nova Odessa, Santa Bárbara e Sumaré) têm afirmado que seguirão as decisões do Estado em relação às restrições durante a quarentena. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 29 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/