sábado, 25 maio 2024

Agentes penitenciários apreendem maconha sintética com visitante no CDP de Campinas

Uma mulher foi detida com a droga K4, conhecida como “supermaconha” no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Campinas, neste domingo (15), durante o procedimento de revista. A suspeita pretendia visitar o companheiro, mas foi impedida ao passar pelo scanner corporal, informou a SAP ( Secretaria da Administração Penitenciária).

Um dos agentes penitenciários viu que havia alterações na cintura da mulher. Ao ser questionada, a acusada negou que carregava drogas ou produtos proibidos na unidade. Contudo, foi encaminhada a uma sala reservada.

Então, confessou que carregava a droga sintética K4, conhecida como “supermaconha”, que estava escondida no cós da calça. A droga na forma líquida é borrifada em panos ou papéis para ser consumida. A suspeita ainda relatou que havia comprado o entorpecente com uma desconhecida e pretendia entregá-lo ao companheiro, detido na unidade.

A acusada foi encaminhada ao plantão policial. O preso foi isolado preventivamente para procedimento disciplinar. A SAP informou que as pessoas flagradas tentando entrar com drogas na unidade prisional são suspensas temporariamente do rol de visitas. (Edson Silva)

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também