Quarta, 10 Agosto 2022

Americana vai consultar Ministério sobre dedetização contra escorpiões

Americana vai consultar Ministério sobre dedetização contra escorpiões

A Prefeitura de Americana vai apelar ao Ministério da Saúde para definir se aplica ou não veneno contra escorpiões nas redes de esgoto e galerias da c
A Prefeitura de Americana vai apelar ao Ministério da Saúde para definir se aplica ou não veneno contra escorpiões nas redes de esgoto e galerias da cidade.

Ontem, um abaixo-assinado solicitando a medida, e organizado pela população, já passava de 21,4 mil apoios voluntários. Faltando praticamente um mês para o fim de 2018, o número de acidentes envolvendo picadas de escorpiões em Americana já ultrapassou o total de 2017, quando foram registrados 409 casos. Este ano, já são 418 vítimas, de acordo com os dados mais recentes divulgados pela Secretaria de Saúde.

Há uma semana, a prefeitura havia informado que tanto a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) quanto o MP (Ministério Público) apontam que o uso de veneno em redes de água ou esgoto, assim como galerias, tem baixa eficácia e não é recomendado pelos riscos à saúde envolvidos no processo.

Ontem, o prefeito Omar Najar (MDB) defendeu cautela na adoção do veneno para combater os aracnídeos. "Existe muita controvérsia. Se você pôr veneno na parte de canalização, os escorpiões podem sair pelo ralo e entrar nas casas. Quer dizer, a gente não sabe hoje efetivamente", declarou.

A viabilidade de aplicação de veneno na rede voltará a ser estudada após a manifestação do Ministério da Saúde. "Eu não sou especialista na área, por isso a gente tem que consultar pessoas para ver a melhor maneira de resolver este problema em Americana", afirmou.

 
 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/