terça-feira, 23 abril 2024

Comerciantes e taxistas relatam falta de segurança na Rodoviária

Eles reclamam que não existe monitoramento por equipe de patrulhamento, principalmente, no horário noturno, e pedem guardas no local 

Foto: Ezequiel Matos

Comerciantes e taxistas que trabalham na Rodoviária de Americana reclamam de falta de segurança no local. Eles pedem o patrulhamento por guardas municipais para inibir furtos recorrentes, como já ocorreu na lanchonete em que trabalha Maria Teresa Chan.

Ela trabalha dentro da Rodoviária e comenta que ladrões já assaltaram o comércio várias vezes. “Como a gente trabalha com poucas pessoas aqui dentro, quando acontece qualquer coisa a gente precisa sair correndo para chamar um guarda e não tem. A gente tem de se virar. A pessoa arrombou o portão e realizou o furto. Só este ano já foram três vezes só neste estabelecimento”, disse a comerciante.

Embora a prefeitura tenha instalado câmeras de monitoramento na Rodoviária, quem trabalha no local comentam ainda conviver com a sensação de insegurança. “Aqui (rodoviária) fica aberto 24 horas e a noite entra quem quiser. Se fosse possível colocar um guarda aqui, mas quando acontece roubo eles até colocam guarda ou vigilante durante até um mês depois eles somem. Já têm meses que eu não vejo guarda aqui dentro”, relata Chan.

Os taxistas, que não quiseram ser identificados, comentaram que a presença de um patrulhamento intensivo e permanente aumentaria a sensação de segurança, principalmente para eles, que trabalham no período noturno.

A Prefeitura de Americana informou que a Gama (Guarda Municipal de Americana) tem tomado várias medidas de segurança no local, como monitoramento por câmeras em todo o espaço.

“Desde outubro, quando os equipamentos foram instalados, não há registros de ocorrências. Também há patrulhamento com viatura em todos os períodos, diariamente”, informou a assessoria de imprensa. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também